Resenha #121 | Os Quatro Cavaleiros, de Veronica Rossi | Galera Record

Sinopse: O que você faria se descobrisse que se tornou um dos Cavaleiros do Apocalipse? Da mesma autora da Trilogia Never Sky. Nada além da morte pode impedir Gideon Blake de conquistar seu objetivo de se tornar um soldado americano. Bem, o problema é que ele morreu. Por algum tempo. Enquanto se recupera do acidente que deveria ter sido fatal, Gideon nota que seus ferimentos estão cicatrizando muito rapidamente. É um milagre. Se você considerar um milagre o fato de se tornar um dos quatro cavaleiros do Apocalipse. Gideon é Guerra. E ele precisa se unir aos outros cavaleiros, Fome, Morte e Peste, para, juntos, proteger uma chave que a Ordem quer ter em mãos para abrir as portas de um reino infernal na Terra, ameaçando escravizar todos os humanos.
Os Quatro Cavaleiros | Veronica Rossi | 350 páginas | Galera Record | Avaliação 5/5 | Skoob

Gideon Blake é o típico rapaz californiano, com seus olhos azuis e sua paixão pelo surf. Seu sonho sempre foi seguir os passos do pai e se tornar um soldado americano; é por isso que ele ingressa no Treinamento RASP, modo mais rápido e mais pesado para se tornar um soldado do 75º Regimento Ranger, onde operou seu pai. São oito semanas intensas de treinamento mental e físico que, como dizem, tem o objetivo de separar os homens dos meninos.

E se eu não tivesse nada grandioso ou digno dentro de mim? Nada a oferecer para o mundo?

No exercício mais recente, sua turma saltaria de um avião, como já haviam feito várias outras vezes. Gideon adorava aquela parte de relaxar e sentir o vento enquanto caía de paraquedas. Seria o seu sexto salto e ele estava confiante, mas as coisas não poderiam ter dado mais errado. Gideon percebeu o que estava prestes a acontecer quando o chão ficou próximo demais e o paraquedas não queria abrir. O impacto com o solo foi enorme, mas a surpresa diante do que veio a seguir foi ainda maior.

Imagine só: Gideon definitivamente foi dado como morto. O problema é que ele voltou à vida. Sua recuperação, que segundo os médicos levaria um ano, levou apenas algumas horas. Sem contar a pulseira misteriosa em seu braço e o sentimento que ele provocava sempre que estava perto de outras pessoas: a raiva. Enquanto ele tentava entender tudo isso, conheceu uma garota chamada Daryn, que dizia que ele havia se tornado Guerra, um dos quatro cavaleiros do apocalipse, e que agora precisavam encontrar os outros e impedir o fim do mundo. Legal, não?

Queria saber se eu era mortal. Será que eu morreria? Cura acelerada era uma coisa. Ser imortal era outra completamente diferente.

Os Quatro Cavaleiros é um livro bem eletrizante, do tipo que eu comecei a ler e fiquei cada vez mais empolgada diante dos acontecimentos. Esses quatro cavaleiros realmente são figuras do livro bíblico de Apocalipse, mas nessa obra eles têm uma história um pouco diferente. Gideon é Guerra, os outros são Fome, Morte e Peste. Juntos, sob a orientação de Daryn, eles precisam impedir que a Ordem – um grupo de demônios (tem até dragão!) – tome posse de uma chave que liberaria o reino deles na Terra, com direito a escravidão dos humanos e tudo o mais.

Percebi que antes eu sequer tivera a capacidade de compreender tudo isso. E, naquela noite, com todas aquelas estrelas sobre a estrada, tudo o que senti, vi e senti de novo foi um potencial infinito.

O fato de esses personagens serem realmente inspirados na Bíblia foi ainda mais arrepiante, pelo menos para mim. Depois de certo acontecimento, Gideon foi praticamente sequestrado e acordou em uma mesa de interrogatório. Quase toda a história é contada por ele, desde como foi parar lá até o momento presente. É como se estivéssemos conversando pessoalmente com ele e desvendando cada um dos mistérios juntamente com Gideon.

- [...] Acabei de perceber, meio que por uma revelação, que... adoro os seus olhos. - A voz dela havia se tornado suave e calma, portanto eu não estava certo de ter escutado direito até ela voltar a falar. - São incríveis. Tão azuis e objetivos, às vezes. [...] Algumas vezes pego você me olhando e o que vejo no seu olhar me faz esquecer de tudo. O que sou, o que faço e... volto a ser apenas uma garota. Uma garota que fica nervosa por causa de um cara com os olhos azuis mais bonitos que já vi.

Uma das partes que mais gostei foram os momentos em que os quatro ficavam reunidos, nos poucos momentos de paz. Eles têm suas diferenças e alguns demoraram bastante para acreditar nos outros, de modo que, no início, enfrentam várias discussões. Mas logo eles vão encontrando os aspectos em comum e ficando ainda mais unidos para a missão. E, GENTE, os cavalos! A descrição que temos deles é fantástica e é muito legal ver a relação dos cavaleiros com seus animais.

É uma obra que eu com certeza recomendo para quem está procurando uma leitura mais acelerada, empolgante e cheia de mistérios. A última página da história me deixou eufórica pela continuação, onde teremos o desenrolar dessa missão.

 Acompanhe-nos:

Comentários

  1. Me encantei pela Sinopse e achei a capa perfeita. Me identifiquei em relação as diferenças e a demora ao acreditar em alguém, kkk. Parece ser uma ótima proposta de leitura. Sucesso no blog. Beijos

    ResponderExcluir
  2. Oi,
    Estou de olho nesse livro porque achei mega interessante a história até indiquei ela para meu marido que também curti só que dai ele como sempre querendo questionar as coisas me colocou uma pulga atrás da orelha "mas os cavalheiros não deveriam trazer o apocalipse para Terra ao invés de deter?", pois é ai eu fiquei hãm, pois é. Enfim, mesmo com esse detalhe acredito que ia gostar de ler e fiquei me perguntando se alguma mulher será um dos cavalheiros ou vão deixar isso somente para os homens.rs
    Beijos
    Raquel Machado
    Leitura Kriativa
    leiturakriativa.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também fiquei me perguntando isso sobre os cavaleiros, hahah. Não sei se a autora vai trazer alguma reviravolta nos próximos livros ou se vai dar esse enredo diferente para eles. ><

      Excluir
  3. Oi, tudo bem?
    Achei bem legal a forma como o destino dele muda totalmente após um salto de paraquedas. Não sei se no livro apresenta alguma justificativa plausível para essa transformação, mas desde já estou bem interessada em realizar a leitura e espero que goste e ache tão eletrizante quanto o que você descreveu em sua resenha.
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Oi, tudo bem?
    O livro parece ser bem intrigante e cativante durante a leitura. Não sei se leria, uma vez que não entendi muito bem a mudança do personagem. Talvez fique na minha lista para mais tarde.
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Olá, eu não me interessei muito pelo livro, não é um gênero que eu goste de ler, mas vou anotar aqui dica é sempre bom ter algo pra dar de presente

    ResponderExcluir
  6. Não conhecia o livro, e gostei do enredo. Gosto de histórias misteriosas e de leituras onde mal respiramos.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  7. Oi.

    Já li este livro também. Quando solicitei já sabia que seria uma leitura bem agradável. Gostei muito da narrativa e da história. Espero que nso demore muito para sair o segundo. Estou bem ansiosa pela continuação.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  8. Oi! Acho a premissa desse livro bem interessante com relação ao apocalipse e tal, é um tema que nunca "sai de moda". Mas li sobre alguns aspectos do livro que me desanimaram um pouco. Deu pra sentir a sua empolgação, mas não sei se é o que eu procuro agora.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Oi Fernanda!
    Não sou a maior fã do gênero desse mundo não, mas quando comecei a ler a sinopse já fiquei meio intrigada. É uma história bem diferente, né? E ela intriga.
    Quando comecei a ler a resenha já brilhou o pontinho do interesse e terminei ela piscando o alerta de "talvez eu leia". Parece ser uma história legal, do tipo que prende o leitor. Quem sabe um dia, quando ele cair em minhas mãos, eu não dê uma chance?
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Olá, nossa quando vi o nome da autora, já pensei: é um livro tenso. Apesar de não gostar tanto da forma de escrita que ela usa, adoro a tensão e o suspense que ela coloca em seus livros. Esse já gostei e vou anotar a dica para ler assim q possível. Bjs

    ResponderExcluir
  11. Oii tudo bem?
    Eu não sou muito chegada na forma em que a autora escreve o livro, a forma de sua escrita na verdade, mas é sempre bom sabermos a opinião de quem a lê, ótima resenha e essa capa está linda.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  12. confesso que achei a premissa bem peculiar, mas nao sei se teria vibe pra ler no momento... de qualquer forma, me parece ser uma história bem envolvente. gosto de tramas que abordam os cavaleiros do apocalipse...
    bjs...

    ResponderExcluir
  13. Gostei muito da sua resenha. Eu até cogitei em ler esse livro quando lançado mas lendo a sinopse com calma eu vi que não é um livro que me chama muito a atenção. Mas gostei muito da sua resenha. Parabéns.

    Beijos.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

[Divulgação] Zip Anúncios