Resenha #122 | Esposa até Segunda, de Catherine Bybee | Verus Editora

Sinopse: Carter Billings: com seus cabelos loiros, olhos azuis e beleza hollywoodiana, ele pode ter a mulher que quiser. Mas, quando decide concorrer à vaga de governador do estado da Califórnia, Carter sabe que vai precisar abandonar a vida de solteiro e se tornar um homem de família. E para isso ele precisa de uma esposa. Entra Eliza Havens, que gerencia a agência de casamentos Alliance. Eliza Havens: ela está feliz por sua amiga Sam ter arrumado um marido rico e atraente. Só tem um detalhe que a deixa louca da vida: o melhor amigo dele, o sexy e ousado Carter Billings. Eliza nunca brigou tanto com um homem — e nunca conheceu alguém que mexesse tanto com ela. Juntar pessoas solitárias é a maneira como Eliza ganha a vida, porém um obscuro segredo do passado a faz descartar totalmente a possibilidade de se casar. Pelo menos foi assim até agora...
Esposa até Segunda | Catherine Bybee | 252 páginas | Verus Editora | Avaliação 5/5+♥ | Skoob

Eliza Heavens é a melhor amiga de Samantha, protagonista do livro anterior. Ela ficou responsável por organizar as festas de casamento de Sam, depois que Blake prometeu renovação de votos todos os anos, sempre em um lugar diferente. Depois do casamento bem sucedido de sua amiga, ela também virou sócia da Alliance, a empresa de relacionamentos. No início foi uma surpresa e tanto, mas os negócios não poderiam estar melhores. No entanto, por trás de todas as tarefas a desempenhar, ela esconde um passado que cada dia mais ameaça romper.

Eliza não tinha fugido, mas Carter sabia que ela pensava seriamente nisso. Ele não sabia ao certo o motivo de ela ter ficado, mas faria o melhor para mantê-la enraizada em sua nova vida.

Mas enquanto não descobrimos que segredos são esses, acompanhamos a relação de Eliza e Carter, melhor amigo de Blake e candidato a governador. Os dois aparentemente se odeiam e brigam sempre que estão juntos, mas é óbvia a química entre eles. A história começa mesmo quando Gwen, irmã de Blake, quer se aventurar em algum bar do Texas, local escolhido por Sam e Blake para o casamento. Resumindo: Gwen quase foi assediada, precisou ser resgatada por Neil e Carter, que estavam espionando as duas. Os dois se meteram em uma briga e foram parar em todos os jornais e notícias pelo mundo.

Para mim, esse livro foi muito melhor que o primeiro, apesar de eu ter gostado de Casada até Quarta. A história de Eliza é bem eletrizante, com direito a assassinos e proteção à testemunha. Toda essa adrenalina agitou o cotidiano de todos e me conquistou já no início. Todos os problemas apareceram de uma só vez: os perigos do passado de Eliza e a pressão popular em cima de um candidato a governador solteirão que fica procurando brigas em bares. A solução veio naturalmente e, a partir daí, vemos o desenrolar dos mistérios que rodearam e uniram cada um dos personagens.

- Te ligo amanhã de manhã.
- Não precisa fazer isso, Carter.
- Não é questão de obrigação.
Eliza sorriu, obviamente satisfeita. Assim como beijar sua mão, as pequenas coisas que ele fazia levavam sorrisos enormes aos lábios dela.

Carter precisa recuperar sua reputação diante da mídia e da população e Eliza, mais do que nunca, precisa de proteção depois de ter sido exposta em todos os sites e redes sociais e ter a certeza de que a ameaça está se aproximando. A única opção que parece resolver tudo é um casamento, que daria a Eliza a proteção necessária e tiraria das costas de Carter o título de solteirão encrenqueiro. Claro que a mulher reluta insistentemente, mas aos poucos todos ficam cientes de que não há outra opção.

Assim como é o primeiro volume e como serão todos os outros, Esposa até Segunda é uma história independente, com personagens do livro anterior, mas não dispensa a leitura de toda a sequência, uma vez que apresenta vários fatos já ocorridos. Todo o enredo é contado em terceira pessoa, a edição feita pela Verus ficou maravilhosa e segue o mesmo padrão em todos os livros, claro; as capas lembram um pouco a série de Kiera Cass, mas as de Noivas da Semana me conquistou.

Carter quebrou todas as leis de trânsito a caminho de casa, e, quando virou a esquina da sua rua, seu pior pesadelo tomou forma diante de seus olhos.

É um livro com alguns aspectos clichês, mas extremamente envolvente; o tipo de leitura para se fazer em poucos dias ou até mesmo em algumas horas. Apesar de ser uma série independente, é quase impossível evitar a curiosidade para ler as próximas histórias. As últimas páginas de Esposa até Segunda já dá uma indicação do próximo casal e eu mal vejo a hora de leeeeer.

Acompanhe-nos:

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

[Divulgação] Zip Anúncios