Resenha #108 | A Mamãe é Rock, de Ana Cardoso | Editora Belas Letras

Sinopse: Este é um livro sobre a maternidade e todos os sentimentos loucos que as mães têm em relação a quem de alguma forma criam, seja um filho natural, adotivo, neto ou sobrinho. É sobre família e é sobre as mães também, esses seres que falam uma língua estranha e chata que só entende quem entra para o clube e se torna uma delas. Não se preocupe, não é um livro de lamentações. É o contrário: tem histórias engraçadas, singelas e verdadeiras. Aqueles que leram O Papai é Pop estão convidados a conhecer o lado mais in/tenso da experiência. A Mamãe é Rock é um recorte sem filtro dos divertidos e comoventes malabarismos que um casal moderno faz todos os dias para criar suas filhas.

A Mamãe é Rock | Ana Cardoso | 112 páginas | Belas Letras | Avaliação: 5/5 | Skoob
Resenha O Papai é Pop | Resenha O Papai é Pop 2

Em A Mamãe é Rock, Ana Cardoso tem como objetivo expor a realidade do cotidiano de uma mãe, desde as felicidades até as dúvidas e dificuldades que ela enfrentou na criação da Anita e da Aurora. Ana faz o máximo para deixar claro que a maternidade não é apenas um mar de rosas como as fotos de bebês nas redes sociais parecem demonstrar.

Quando eu solicitei o livro, vi vários comentários de que talvez o livro fizesse mais sentido se eu também já fosse mãe. Não sei se isso é verdade, mas, para mim, foi uma experiência maravilhosa. Enquanto lia, fiquei pensando e me perguntando se minha mãe também havia passado por tudo aquilo e como será comigo quando chegar a hora.

Chorei muito depois que as minhas filhas nasceram. Nem sempre foi de felicidade. Muitas vezes foi de desespero, de não saber o que fazer. De solidão, de frustração.

Ser mãe é renunciar de muitas coisas, é aprender a pensar em outra pessoa antes de pensar em si mesma. E a autora mostrou isso perfeitamente através de suas crônicas. Sua escrita provoca uma onda de sentimentos no leitor, suas crônicas nos fazem rir, nos deixam refletindo e causa em nós (ou talvez seja só comigo) uma expectativa em relação ao futuro.

Recentemente Ana declarou-se feminista e, desde então, vem ensinando para suas filhas como a vida funciona e como ela gostaria que funcionasse, para que as meninas pudessem estar, cada vez mais, buscando e lutando por um mundo melhor e mais justo. Em diversas vezes é divertido ver a reação delas diante de algo que elas consideram errado.

Anita virou meme. Dezenas de sites só falavam da garotinha de camisa azul questionando as imposições de gênero. De onde ela tira isso? Das muitas vezes que vai trabalhar comigo, gravar podcasts feministas e estudar uma forma de tornar o mundo mais justo e seguro para as mulheres.

Assim como senti durante a leitura dos dois volumes de O Papai é Pop, do esposo da autora, enquanto lia relatos de Ana, fiquei com ainda mais vontade de passar um dia com essa família e observar seu cotidiano. A Mamãe é Rock é uma leitura mais do que recomendada para quem deseja ser mãe, para quem já é e para quem nem tem planos sobre isso e só quer curtir uma leitura rápida e descontraída.

A edição da Belas Letras ficou sensacional, seguindo o padrão dos outros livros da série, com uma fonte personalizada e diversas ilustrações em todas as páginas, proporcionando uma leitura bem envolvente e várias oportunidades de fotografias lindas. Já estou esperando histórias de outros membros da família, hahah.

Toda criança tem o seu talento especial. Umas adoram brócolis, outras tomam banho sozinhas, outras não trocam os erres por eles, outras são incrivelmente afinadas, como meus sobrinhos Heitor e Flora. Há os extremamente gentis e tantos outros supertalentosos.


Comentários

  1. Ola
    Entao, eu tô numa fase que qualquer leitura desse estilo chama a minha atenção, e muito. Digo porque estou gravida, entao adoro ler experiências relacionadas. Ja li esse livro e adorei, apesar de que acharia bem mais interessante nesse momento do que quando nao estava grávida. Acredito que a identificação é bem maior!!
    Beijos, F

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, que lindo! Parabéns, Fê! Que sua fofurinha venha cheia de saúde ♥ Eu imagino que a leitura seja diferente para todas as pessoas. Quando chegar minha hora de ter filhos também, tentarei reler para experimentar. Mas estou longe disso ainda, hih.

      Beijos, beijos!

      Excluir
  2. A proposta do livro é excelente e a arte gráfica está muito caprichada, inclusive suas fotos no post são tão lindas que me deu vontade de ter o livro em mãos agora.
    Amei
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Oie...
    Amei sua resenha!
    Sempre vejo comentários positivos sobre essa série e sendo assim sempre que leio uma resenha me animo muito a ler! Acho a premissa bem legal e com certeza irei ler brevemente...
    Bjo

    ResponderExcluir
  4. Olá, eu já li esse livro e gostei bastante das crônicas presentes nele, marquei várias citações interessantes. Ele nos traz uma boa reflexão sobre a maternidade real. E a edição está muito linda e caprichada.

    ResponderExcluir
  5. Estou com muita vontade de ler esse livro, embora não seja mãe. Mas sabe o enredo me parece tão legal, amo leituras que me levam à reflexão. Não sei bem qual a ordem dessa série de livros, mas estou curiosa para conferir todos, na realidade. Bexitus!

    ResponderExcluir
  6. Olá, tudo bem?
    Eu já tinha visto as obras do casal, mas não tinha lido nada de ambos, esses dias recebi o papai é pop em quadrinhos, e devorei em 15 minutos ♥
    Fiquei bem curiosa para conhecer mais sobre a escrita do autor e de sua esposa.
    Amei a resenha, essa edição é muito linda!
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  7. Oie! Tudo bem?

    Tive essa edição em mãos, mas não cheguei a realizar a leitura da obra, na real tive todos os livros dessa coleção comigo, mas não li nenhum! Mas gostei de conhecer sua opinião sobre a obra, com certeza quem gosta do gênero irá curtir as histórias!

    Bjss

    ResponderExcluir
  8. Oi!
    Realmente esse livro é muito fofo, mesmo pra quem não é mãe.
    Essa família é realmente maravilhosa e deve ser muito engraçado estar nela, pois as situações por quais elas passam são inacreditáveis e muito legais.
    A edição é um luxo mesmo

    ResponderExcluir
  9. Olá Fernanda,
    Que resenha mais incrível é essa? Acho que nós, mulheres, abrimos mão de muitas coisas quando nos tornamos mães. Mas é um amor tão incondicional tão transcendente que não nos sentimos mal por fazê-lo. Esse livro, apesar de irreverente, parece ser bem construído e capaz de tocar em nossos corações.
    Claro que vou anotar a dica.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  10. Olá!
    Não conhecia esse livro e amei sua resenha.
    É uma ótima indicação e suas fotos estão lindas.

    Beijos
    Leitora Dramática
    https://blogleitoradramatica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Que capinha mais fofa! Nossa e que diagramação é essa, muito linda. Nossa deve ser bem interessante esse livro. Admito que ainda não tinha visto falar dele e ao ler a sua resenha me deu uma vontade louca de ler ele. Ainda não sou mãe, mas gostaria muito de ver o mundo pelos olhos dessa mãe.

    A resenha ficou ótima e as fotos, lindíssimas! Parabéns, beijos.

    ResponderExcluir
  12. Oi, achei as edições desses livros maravilhosas. Ainda não sou mãe ou penso muito no assunto, mas adoro ler sobre o tema, ainda mais por autoras experientes no assunto e dessa forma mas lúdica. Tiro pelo minha com meus irmãos, ser mãe não é uma missão fácil e esse livro já está na lista para dar a ela de presente, dica anotada. Bjs

    ResponderExcluir
  13. Oiii tudo bem??

    Acho legal esse tipo de leitura, principalmente para falar com outras mães que passam pela mesma coisa que é normal, que ser mãe nem sempre é uma mil maravilhas como presam.
    Não sei se seria uma leitura que faria agora. Mas adorei sua resenha.
    Bjus Rafa

    ResponderExcluir
  14. Acho legal estes livros porque tratam a maternidade de uma forma legal sabe e não chata. Não sou mãe e não é um desejo mas leria numa boa porque não fica interferindo nos desejos das pessoas.

    Greice Negrini
    Blogando Livros

    ResponderExcluir
  15. Oi, tudo bem?
    Eu já vi muitos comentários sobre esse livro e tenho curiosidade de ler, pois parece ser uma leitura bem bacana mesmo e imagino que ser mãe torne a leitura ainda mais interessante, mas para quem ainda não é também deve ser uma boa experiência. Enfim, parece ser uma boa obra mesmo e acho a diagramação desse livro linda, assim como a do Papai.

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  16. Olá tudo bem?
    Gostei bastante do livro que parece tratar a maternidade com toda a verdade que há nela: há momentos bons e outros que queremos pular. Não sou mãe, mas acho que essa é uma leitura obrigatória para todas as mulheres, que desejam ter filhos, que não os querem e aquelas que já são mães. Adorei a diagramação, ta show de bola.
    Enfim, dica anotada com sucesso.
    Amei sua resenha, a proposito.
    Bjs

    ResponderExcluir
  17. Graficamente esse livro chama muito a atenção de qualquer um. Tinha uma ideia diferente do enredo, não leria ele agora, mas quem sabe depois?
    www.belapsicose.com

    ResponderExcluir
  18. Oi, Fernanda!

    A premissa me surpreendeu, achei muito interessante o tema e uma leitura bem legal mesmo para quem ainda não é mãe, mas tem interesse no assunto. A diagramação é muito fofa e a capa está super caprichada. É uma leitura que também tenho vontade de fazer assim que puder.

    Beijos,

    Rafa [ blog - Fascinada por Histórias]

    ResponderExcluir
  19. Oi. Sempre vejo esse livro quando estou comprando algum livro, mas sempre pensei que não fosse o meu tipo de leitura. Na verdade não sabia muito sobre o livro. Vou pensar mais um pouco se leio ou não. Quem sabe eu o compre da próxima vez.

    ResponderExcluir
  20. Olá Fernanda...
    De fato esse livro deve ser bem interessante e informativo de uma forma leve e descontraída. Queria muito ler esse livro, mas sempre me lembro disso apenas quando me deparo com uma resenha tão bem escrita como a sua.

    beijos
    Livros & Tal

    ResponderExcluir
  21. Olá Fernanda,

    Que coisa mais fofuxa é essa capa, não li nenhum livro dessa série ainda e nem tinha visto resenhas anteriores, mas parece ser um livro incrível para aqueles momentos de ressaca e de entretenimento. Vou colocar na Tbr.

    Beijos e obrigada pela resenha!
    http://floraliteraria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

[Divulgação] Zip Anúncios