| Resenha #71 | A Geografia de Nós Dois, de Jennifer E. Smith | Editora Galera Record |

Livro cedido em parceria com a editora
para resenha e divulgação
Jennifer E. Smith


Páginas: 272
Editora: Galera Record


– Não se preocupe – disse ela, antes de passar pelas portas abertas. – Mando um cartão-postal para você.

Sinopse: Lucy mora no vigésimo quarto andar. Owen, no subsolo... E é a meio caminho que ambos se encontram - presos em um elevador, entre dois pisos de um prédio de luxo em Nova York. A cidade está às escuras graças a um blecaute. E entre sorvetes derretidos, caos no trânsito, estrelas e confissões, eles descobrem muitas coisas em comum. Mas logo a geografia os separa. E somos convidados a refletir... Onde mora o amor? E pode esse sentimento resistir à distância? Em A Geografia de Nós Dois, Jennifer E. Smith cria tramas cheias de experiências, filosofia e verdade.

  A Geografia de Nós Dois conta a história de Lucy, uma garota de dezesseis anos que vive sozinha em um apartamento em Nova York pois seus pais estão sempre viajando e conhecendo países novos e seus irmãos gêmeos já estão na faculdade. E também conta a história de Owen. Um garoto de dezessete anos que se muda para Nova York com o pai, após a morte da mãe. Os dois moram no mesmo prédio e já se esbarraram algumas vezes, porém nunca trocaram nenhuma palavra.
  Até o dia em que eles se veem presos dentro do elevador do prédio. Ali iniciam uma conversa e, quando a ajuda chega, eles recebem a notícia de que a cidade inteira está sem luz e os dois acabam passando a noite juntos, comendo besteiras e olhando as estrelas. Porém, no dia seguinte, a luz volta e eles acabam se desencontrando. Lucy recebe a notícia de que vai se mudar para finalmente morar com seus pais, e Owen vai viajar pelo mundo com o pai. A partir daí, os dois passam a trocar cartões postais. O garoto os envia de cada cidade onde passa com o pai e Lucy passa a responder por e-mail.
Se traçassem um mapa dos dois, de onde tinham começado e de onde terminariam, as linhas seguiriam para longe uma da outra como ímãs de polos opostos. E já tinha ocorrido a Owen que havia algo profundamente errado com aquilo, que deveriam existir círculos ou ângulos ou voltas, qualquer tipo de traço que possibilitasse às duas linhas de voltarem a se encontrar.
  Em lugares muito distantes e com novas experiências, eles vão recomeçando a vida enquanto novas pessoas surgem. Os cartões param de chegar e os e-mails param de ser enviados, porém no pensamento eles ainda guardam um ao outro em segredo. Até que inesperadamente uma nova oportunidade de se encontrarem surge, mas as coisas acabam não saindo como o esperado. Owen acaba de perder a mãe e seu pai, Patrick, entra em depressão. Não consegue emprego e parece que não vai sair do fundo do poço. Apesar de no começo Owen ter se mostrado muito pessimista, é ele quem dá forças para o pai e se mostra confiante quanto ao futuro, mesmo com a confusão em sua mente. Patrick, que no começa nem um sorriso conseguia dar ao filho, vai conseguindo encontrar paz e motivação para lutar.
 

  A família de Lucy se revelou irresponsável desde o início e ao meu ver essa parte da história não foi bem trabalhada. Eles deixam a filha, ainda jovem, vivendo sozinha em Nova York para viajar pelo mundo e a garota parece aceitar e esquecer a mágoa fácil demais.
– “Sydney: onde você realmente não está incluso.”
– Exatamente – concordou Owen. – É muito mais honesto.
– Acho que você tem razão – concluiu ela, a expressão séria outra vez.
  Nunca tinha lido nada da autora antes e coloquei bastante expectativa no livro. O nome é criativo e a capa, linda, porém acabei me iludindo com isso e a minha expectativa não foi suprida. A história é bem real e a autora não fantasiou o final deles nem nada assim, entretanto senti falta de romance no livro. O que mais me chamou a atenção foi a história da família de Owen e não o casal em si. Owen evolui no decorrer do livro, mas Lucy continua a mesma mocinha boba do começo. O livro é bom e a escrita da autora é fácil de se entender, terminei a leitura bem rápido, mas senti falta de emoção entre os dois.
  A história é contada em terceira pessoa, um capítulo para cada personagem, sendo ao todo cinquenta capítulos, divididos por partes: Parte 1 "Aqui", Parte 2 "", Parte 3 "Todos os lugares", Parte 4 "Algum lugar" e Parte 5 "Casa". As páginas são amareladas e grossas e não encontrei erros ortográficos e nem de digitalização.
  Enfim, esse é um livro sobre a evolução dos sentimentos e o desfecho é totalmente plausível, nada fantasioso. Para quem gosta de uma leitura rápida e de um romance realista e sem nada meloso, esse livro é o indicado.

Avaliação:
4/5

Comentários

  1. Oie amoreca...
    Que capa linda s2 xonei!!!
    E pra ser sincera a história muito me chamou a atenção... adoro esses livros, que envolvem cartas, não sei por que... mais falou em carta... eu corro comprar o livro.
    Parabéns pela resenha... mais um livro pra lista de desejos...

    Beijokas!!!

    www.facesdeumacapa.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oi, Lara. Eu quero ler esse livro e acredito que eu vá gostar bastante da leitura. Acho a premissa muito atraente e essa capa é muito bonita. Gostei de ver a sua opinião sobre a trama e poder conhecer um pouco mais da história através da sua resenha. Espero que eu realmente goste da leitura pois estou com grandes expectativas.

    ResponderExcluir
  3. Olá Lara,
    Já li outro livro da autora e gostei muito do que encontrei nela. Minhas expectativas em relação a esse livro são altas, mas vou tentar diminuí-las, pois posso me decepcionar.
    Comecei a ler o livro, apesar de ter lido apenas apenas dois capítulos, achei a história legalzinha, mas não acho que os protagonistas se envolverão tanto, pois são extremamente fechados. Estou pensando se sentirei falta do romance, como você.
    Enfim, darei prosseguimento na leitura para ver o que vai rolar rs.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  4. OI!!


    Pena que você colocou expectativa demais na estória e a mesma não ter correspondido ao esperado. Eu acho a capa linda e o nome bem sugestivo, entretanto, não sei se leria, pois é um drama adolescente e concordo com você: que pais irresponsáveis são esses? Enfim, obrigada pela dica. Beijos!!!

    ResponderExcluir
  5. Eu me interessei pelo livro, a falta do romance, contando que outros fatores ocupem a estória, pra mim nem eh um problema. Fiquei um pouquinho preocupado com esse final tão plausível, espero que não tenha sido a opção mais fácil. Vou colocar na minha lista. Parabéns pela resenha, ficou ótima.

    www.atraentemente.com.br

    ResponderExcluir
  6. Olá!! :)

    EU tenho ouvido falar imenso deste livro ultimamente!! ahah :) Blogs, redes sociais,... Tudo a falar nesse livro!! hehe

    Bem, eu nunca li e talvez o faça! :) Ainda bem que gostaste e que e um romance mais real e nao meloso ahah Porque aprecio bastante isso! :)

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  7. Uma pena que o livro de uma certa forma te decepcionou. O fato da mocinha não ter crescido ao longo do enredo é um fato que acho eu não ia gostar... mas só lendo mesmo para saber né??
    Bjs!

    ResponderExcluir
  8. Olá...
    Adorei sua resenha! Das que li a respeito desse livro a sua foi a mais sincera :)
    Achei a capa/título/sinopse muuuito atrativa, mas, pelo que você mencionou acredito que é uma leitura que não irá me agradar muito, pois, adoro leituras que tem amor em excesso... Sim sou romântica kkkk...
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Oie, tudo bem? Que pena que o livro não alcançou tuas expectativas... é bem ruim quando isso acontece. Eu tenho muita curiosidade em ler algo da autora! Sempre leio comentários bem elogiosos sobre seu livro mais famoso. E que pena que a autora não desenvolveu bem a personagem da Lucy! Provavelmente terei problemas com esse ponto também. Gostei muito de saber tua opinião sobre o livro e a resenha ficou ótima! ;)
    Beijo ♥

    ResponderExcluir
  10. Olá,tudo bem? Achei a premissa do livro muito interessante, mas infelizmente, pelo que você disse, não é tudo isso. Tenho ouvido falar bastante desse livro,e espero ter a oportunidade de ler algo da autora. Ótima resenha! Beijos

    ResponderExcluir
  11. Oi, tudo bem?
    Li outro livro da autora e gostei muito, este está na minha lista.
    Uma pena que o livro não supriu suas expectativas, e que os personagens não evoluem da mesma forma, mas mesmo assim vou ler, só vou baixar as expectativas.
    Bjs

    ResponderExcluir
  12. Estou doida pra ler esse livro, gostei muito de A Probabilidade Estatística do Amor À Primeira Vista, curti muito a escrita dessa autora, parece ser bem emocionante e cada resenha que leio dele me deixa ainda mais curiosa em conferi essa história.

    ResponderExcluir
  13. Olá, tudo bom?
    Já li A probabilidade estatística do amor à primeira vista, desta autora, e bem, acho que o ponto forte dela é mesmo a abordagem das relações familiares e não do romance em si. Quanto a falta de evolução da mocinha, isso é algo que me incomoda na leitura. Não gosto de personagens estagnados. Enfim, mesmo com esse problema, ainda quero ler o livro. Adorei a resenha e a sinceridade ^^


    Beijos!
    @PollyanaCampos
    Entre Livros e Personagens

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

[Divulgação] Zip Anúncios