8.7.16

| Resenha #69 | Eu, Inabalável, de Josué Matos | Editora PenDragon |

Eu, Inabalável
Josué Matos

Editora: PenDragon
Páginas: 212

Até onde você iria por vingança?

Sinopse: "Leonardo desperta. Olha para o relógio de cabeceira e percebe que ainda tem bastante tempo para se arrumar e ir para o colégio. Ao se levantar sente algo diferente. Verifica o quarto. Tudo está em seu devido lugar. Ele coça os olhos para ter certeza que está desperto. A sensação de incomodo continua dentro dele. Ao descer do ônibus percebe uma grande aglomeração de gente em frente a antiga loja de esquina, próximo a entrada da escola. Curioso vai em direção a multidão. A cada passo dado a sensação de desconforto aumenta. Ao tentar se aproximar da faixa de segurança colocada pela polícia, sente o braço ser puxado por seu amigo Luis, todavia é tarde, já havia reconhecido as roupas de seu irmão Alan. Não consegue segurar as lágrimas, desesperado corre em sua direção, é impedido por policiais. Só lhe resta gritar para que ele lhe ouvisse, não há resposta, Alan está morto.”
Imagine-se tendo seu irmão morto, assassinado. Sua mãe internada em estado de choque. Seu pai consumido pelo ódio. A polícia nada fez. Você quer vingança, mas o mal poderá roubar seu grande amor. Você iria até o Fim?
Mergulhe nessa batalha travada dentro do coração de Leonardo. Compartilhe suas dúvidas e medos. Descubra junto com ele que vingança não significa justiça, e que o ódio não pode conviver com o amor.   



  Tudo começa com o assassinato de Alan, irmão de Leonardo. Sempre existiu ciúme entre os irmãos, uma vez que a mãe deles, Lia, tinha Alan como favorito e não se preocupava em esconder isso. Ricardo, o pai dos garotos, estava sempre ausente e isso também machucava Leonardo. Porém, quando o pai morre ao tentar vingar a morte de Alan, Leonardo toma para si essa missão. A mãe de Leonardo, agora sem seu filho amado e viúva, enlouquece e é levada para um hospício. A partir daí tudo na vida de Léo passa a girar em torna da vingança. Assim, Leonardo passa dois anos no exterior criando planos e se preparando para colocá-los em prática para, finalmente, conseguir sua vingança.
Com os olhos fixos no dedo indicador de Ricardo que repousava sobre o gatilho da arma, Valéria percebeu que ele atiraria. Tomou a única decisão possível.
  A detetive Valéria, encarregada de investigar a morte de Alan, não se conforma com a falta de respostas para o caso. Mortes misteriosas estão acontecendo e todas ligadas ao principal suspeito da morte de Alan, o professor Humberto, que mantinha um caso com o garoto. Quando esses novos fatos ocorrem e novas pistas surgem, Valéria decide que fará de tudo para descobrir o que realmente aconteceu naquela noite.

  Muitas coisas acontecem nesse livro. A escrita do autor é bem corrida, tudo acontece muito rápido, e eu particularmente não gosto muito disso. Tudo bem, não teve aquela enrolação que tem na maioria dos livros, mas as coisas se tornam difíceis de processar em tão pouco tempo. Ainda estamos no fato anterior, porém o autor já quer nos levar para outro. Mas, pelo número de páginas do livro e pela quantidade de reviravoltas da história, isso é justificável. Quanto ao suspense, o autor não deixou a desejar.
  Algumas coisas, ao meu ver, foram desnecessárias para a história. Como, por exemplo, a cena de sexo explícito. Acho que o autor, com isso, pretendia dar uma pista para o leitor do que faria parte do desfecho, mas eu não consegui ligar os pontos durante a leitura. Também não gostei muito das palavras de baixo calão.


  Algo que predominou no livro foi a homossexualidade. Hoje em dia esse é um assunto que se tornou polêmico e no livro isso foi abordado naturalmente. A adoção por conta de casais homossexuais também foi abordada e foi mostrado um pouco do preconceito que essas pessoas sofrem e a dificuldade que é para conseguirem adotar uma criança.
– Obrigado por salvar minha alma.      
– Não fui eu quem te salvou, foi você mesmo.
  O livro possui alguns erros de digitação. Quando um personagem está falando é colocado um travessão, porém logo após a frase é colocado outro, para a fala do mesmo personagem. Isso acaba confundindo um pouco no começo, depois vamos acostumando mas não deixa de ser incômodo. Quanto à ortografia, não encontrei nenhum erro. O livro é dividido em cinco partes – sendo a quarta a maior delas – e 27 capítulos, relativamente pequenos. A história toda é contada em terceira pessoa, o que facilita bastante, já que são vários personagens e muitos acontecimentos próximos.
  Para mim, esse foi um livro mediano. A leitura só me prendeu a partir da metade do livro, quando o suspense ficou interessante e comecei a me perguntar quem era o assassino. O livro é classificado como romance policial, porém não vi quase nada de romance. Recomendo para quem gosta de suspense, que foi realmente o forte do livro.
Alguém já leu Eu, Inabalável? O que acharam?    
Abraços!
Avaliação:
3/5

20 comentários:

  1. Olá
    eu não conhecia esse livro, mas não me interessei muito pela premissa. De qualquer maneira, sua resenha ficou ótima, mas só me mostrou que provavelmente eu não iria curtir essa leitura. Mas enfim, é uma indicação legal para quem curte a história e o gênero.

    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  2. Oie, bom, acho que é um livro que eu não leria. Achei bem interessante esse lado de apresentar o homossexualismo e até como é o procedimento para eles adotarem uma criança, mas detesto livros rápidos e com palavras de baixo calão, então isso prevaleceria para mim. Mas valeu a leitura para conhecer a escrita do autor, né.

    ResponderExcluir
  3. Olá tudo bem? Não conhecia o livro, mas parece ser bastante interessante, vou procurar saber mais sobre ele!
    Bjss, comenta por favor, ajudaria muito ^^
    https://resenhasteen.blogspot.com.br/2016/07/mamae-de-trigemeos-e-sucesso-na.html

    ResponderExcluir
  4. Olá tudo bem? Não conhecia o livro, mas parece ser bastante interessante, vou procurar saber mais sobre ele!
    Bjss, comenta por favor, ajudaria muito ^^
    https://resenhasteen.blogspot.com.br/2016/07/mamae-de-trigemeos-e-sucesso-na.html

    ResponderExcluir
  5. Oi, Lara.

    Eu não conhecia nem o livro e nem o autor. Confesso que a história não chamou muito minha atenção. No começo eu até fiquei com pena dele por causa da morte do pai e do irmão e pela mãe dele ter enlouquecido, mas depois que você esmiuçou mais a história não me interessei tanto.
    Que pena que o livro tenha essas falhas que você mencionou, mas não é nada que uma nova edição não resolva!

    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Olá
    Eu já conhecia essa obra já faz um tempo, até pensei em comprar, mas no tempo eu só tinha 16 anoa e o autor fala que não é tão bem indicados para maiores de 17 rsrs. Entoa acho que seria bom eu adquirir ele agora, acho que terei a cabeça mais aberta, de certa forma, para entender o livro por completo. É uma pena você não ter gostado tão muitão fã obra. Mas espero poder ler e amor o livro ,pois amo esse enredo e a capa é muito linda! Não é? Até mais vê
    Bjs

    ResponderExcluir
  7. É a primeira resenha que eu vejo desse livro, e mesmo com alguns comentários negativos eu fiquei interessada em conferir a leitura, pois realmente faz parte do que costumo ler e gostar. Sobre ser um pouco corrido, dependendo do enredo até prefiro assim, pois realmente não fica aquela leitura massante e detalhada demais.
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Não conhecia o livro mas achei muito interessante suas resenha e os temas que você apontou. Deve ser muito triste para o Leo perder assim tudo de uma vez, não é? Gostei da abordagem homossexual que o livro tem, esse relacionamento que a vítima tinha com o professor e tal. Não gosto também de livros que atropelam os acontecimentos e acredito que as cenas de sexo explícito não tinha nenhum porque de estar aí, então essas coisas me desanimaram um pouco, Mas acredito que no geral deve ser uma boa obra.
    Beijos.
    http://arsenaldeideiasblog.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  9. Não conhecia o livro e achei a arte gráfica bem caprichada!!! Confesso que não fiquei muito animada com a leitura em função dos erros de digitação que você comentou e pelo ritmo de leitura só ter melhorado da metade em diante. Mas anotei a dica e quem sabe confiro no futuro.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Oi Lara!
    Não conhecia o livro, mas tanto a capa quanto a sinopse não me atraíram. Sua resenha só me confirmou que é o tipo de história que eu não iria gostar, ainda mais por ser corrida e pelos erros de digitação. Adoro um bom suspense, mas dessa vez vou deixar a dica passar.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  11. Oi Lara, tudo bem?
    É uma pena que o livro não tenha conseguido te agradar completamente. Eu achei a premissa muito interessante e pode parecer um pouco clichê, mas amo histórias em que temos que ficar ligando as pistas e nos perguntarmos quem é o assassino. Eu amo suspense, então fiquei triste quando você disse que tudo acontece muito rápido. Ao menos há grandes reviravoltas para nos prender na história. Espero ler esse livro um dia, pois é o tipo de história que costuma me agradar bastante.

    Beijos! ♥

    ResponderExcluir
  12. Olá!
    Eu não conhecia esse livro e confesso que no início de sua resenha ele havia me interessado, mas conforme fui lendo e vi que os acontecimentos foram muito corridos e tem cena de sexo com palavras de baixo calão, o meu interesse diminui bastante. Odeio livros onde a parte do sexo fica quase sendo narrada como um filme pornô.
    Enfim, eu achei a premissa interessante e acho que leria o livro se houvesse oportunidade, mas só futuramente...
    Ótima resenha.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  13. Oii!
    Amei a resenha, mas o livro de fato não me cativou principalmente porque não curto o gênero :/ Não gosto de romances policiais! Que pena que o livro não te agradou tanto. Acho que também concordaria com todos os pontos negativos que citou!

    Beijão!
    http://cantinhodosrabiscos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Oi!
    Esse livro me chama muito a atenção, principalmente por tratar de temas tão polêmicos, e me surpreender muito, pois eu achava que seria só um livro de vingança com as próprias mãos.
    Uma pena que o autor correu muito com a história né, poderia ter acrescentado algumas páginas e ter ido mais devagar para o leitor acompanhar tudo

    ResponderExcluir
  15. Eu amo livros com vingança e assassinos, sempre prendem a minha atenção, principalmente pelo suspense que sempre aparece, mas esse livro não me agrada muito, pela resenha pude perceber que a história é mal desenvolvida e que a narrativa é superficial, me irrito com narrações assim, principalmente essas com cenas desnecessários, só para arrastar ainda mais a solução do mistério, por fim, não leria o livro, mesmo amando o fato dele abordar a homossexualidade

    ResponderExcluir
  16. Olá!! :)

    Nao conhecia o livro mas ate gostei de o conhecer... Tenho pena que tenha sido um livro assim mediano... :(

    Eu gosto do genero e de suspense...! Que pena que no inicio nao te tenha prendido Mas ainda bem que depois isso mudou!! :)

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  17. Eu achei o título super criativo. parece muito bom para a sinopse do livro que dá a entender que é um livro de vingança, mas não curti também o que você falou sobre a cena de sexo explícito, acredito que não teria necessidade no contexto da história, mas aí vai de como o autor narra todo o conceito mesmo.

    Beijos,

    Greice Negrini

    Blogando Livros
    www.blogandolivros.com

    ResponderExcluir
  18. Oiii

    Até onde eu iria por vingança? Olha esta ai um livro onde me fez pensar onde iriam meus limites,nossa achei uma resenha muito maravilhosa quero conhecer mais e tem uma capa bem bonita tbm.Vlw a indicação.

    Abraços.
    http://rillismo.blogspot.com.br/p/resenhas.html

    ResponderExcluir
  19. Olá, tudo bom?
    Não conhecia esse livro nem o autor,mas, não me chamou muito a atenção e até acho que já sei o final, só pelo que foi falado na sinopse. rs Pelo que você falou e pela sinopse, as cenas de sexo são realmente irrelevantes e totalmente dispensáveis né? Uma pena que só o suspense que foi um ponto melhor em um livro que tinha tudo pra ser bom e foi mediano. Adorei a resenha e sinceridade!

    Beijos!
    @PollyanaCampos
    Entre Livros e Personagens

    ResponderExcluir
  20. Oi, tudo bem?
    Eu não conhecia esse livro ainda, e para ser sincera fiquei muito curiosa com ele, até porque eu adoro um bom suspense policia. Gostei muito da sua resenha e de ver a sua opinião, mesmo com alguns erros incômodos no livro irei ler, quero conhecer mais dessa trama. Ótima resenha!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir

© Psiu, vem ler!. Todos os direitos reservados.
Criado por: Fê Goulart.
Tecnologia do Blogger. | Voltar ao topo
imagem-logo