26.6.16

| Resenha #67 | Talvez Um Dia, de Colleen Hoover | Galera Record

Livro cedido em parceria com a editora
para resenha e divulgação
Talvez Um Dia
Colleen Hoover

Páginas: 366
Editora: Galera

Não tenho dúvidas de que seríamos perfeitos um para o outro, Sidney. Mas nossas vidas não são perfeitas para nós.

Sinopse: Sidney e Ridge se conheceram de suas respectivas varandas. Ele tocava violão todos os dias, e ela gostava de ficar ouvindo.
Um dia, Ridge descobriu que Sidney tinha escrito letra para sua música. Ele pediu que ela lhe enviasse por SMS e, depois de muita relutância da garota, viu que a letra era perfeita para aqueles acordes.
Sidney era uma ótima compositora. E Ridge precisava de seu talento.
Depois de uma reviravolta na vida dela, os dois têm a chance de compor juntos. Mas vão acabar descobrindo uma atração muito grande surgindo entre si. E suas vidas não estão prontas para que sejam um do outro, agora.
Bem, talvez um dia. [SKOOB]
   Sidney, na luta pela independência e fugindo do futuro como advogada que seus pais desejam para ela, muda de casa e passa a morar em um apartamento que divide com sua melhor amiga, Tori. Bom, agora ex-melhor amiga, já que ela socou o rosto da garota. É seu aniversário de 22 anos e ela acaba de descobrir, através do seu vizinho, que vem sendo traída por seu namorado Hunter e por Tori.
  Ridge mora no apartamento em frente ao de Sidney. Ele costuma sair para a varanda e tocar seu violão enquanto Sidney o escuta de sua própria varanda. O garoto tem passado por um bloqueio e não tem conseguido compor, então, ao ver que Sidney tem colocado letra nas suas músicas, ele resolve pedir para que ela mande as letras por SMS. Assim ele toma a difícil decisão de contar para Sidney que ela vem sendo traída. 
Quando voltamos para casa, indico o carro de Hunter. Subo e pego a chave sobressalente que ainda está na minha bolsa, enquanto Ridge embrulha o peixe com fita adesiva. Desço e entrego a chave para ele.


  Sentada na chuva, com suas malas, sem dinheiro para o táxi – pois sua bolsa ficou no apartamento ao qual ela não pretende voltar –, ela se sente perdida sem ter onde morar e não querendo voltar para a casa dos pais. Até que seu vizinho, Ridge, decide hospedá-la em seu apartamento e, em troca, ela deve ajudar com as músicas.
  Porém a garota é surpreendida. O vizinho que a ajudou é surdo, por isso só se comunica por SMS com ela. Devido a isso eles precisam de uma aproximação maior para compor juntos. Ridge precisa ouvi-la e isso implica em tocá-la algumas vezes. Com isso, a atração entre os dois só aumento, no entanto essa paixão é impossível. Ridge tem Maggie e a ama, e Maggie tem um segredo, por isso o garoto não a abandonaria nunca.
Eu: Se um dia eu começar a namorar de novo, por favor, não faça como Tori e transe com meu namorado, pode ser?
Ridge: Não posso prometer nada.
  Eles lutam com esse sentimento todos os dias até que chega ao ponto em que percebem que não conseguem controlá-los. Estão apaixonados. Sidney tem uma parte do coração de Ridge e Maggie tem outra. Sidney não quer ser uma Tori e Ridge não quer ser um Hunter. Mas é o que sentem que se transformam. Mas o destino sempre nos reserva surpresas e, nesse caso, corações serão partidos e eles não têm certeza se poderão ser consertados. 
  Conheci o livro há algum tempo atrás, quando ele ainda não havia chegado ao Brasil e acabei lendo uma prévia em pdf. Já sabia o quão incrível esse livro era e, se já havia chorado com a prévia, agora com o livro em mãos o que derramei foi um mar de lágrimas. As emoções nesse livro são mostradas muito claramente. Consegui sentir o quanto Ridge sofria em alguns momentos por não poder expressar seus sentimentos com palavras e cada momento entre os dois que havia dor, culpa, arrependimento, mas que, no meio de tudo isso, estava envolvida a paixão entre eles.
A culpa por estar fazendo isso com ela me atinge em cheio quando vejo seus olhos cheios d’água. Ela não merece isso. Não fez nada para merecer tudo que a estou fazendo passar. Eu me sinto muito mal por saber que a fiz sofrer tanto, e é exatamente por isso que ela precisa ir embora, pois eu não deveria me importar assim.
  Sofri e também me apaixonei com eles em cada página. Em algumas cenas eu até gargalhei. Já li alguns outras obras da autora, mas com a escrita desse livro ela se superou. Acontecem coisas muito engraçadas com os personagens, alguns deles são hilários e isso só tornou a leitura mais completa. Emoção, gargalhadas, lágrimas...


  Os personagens secundários desse livro foram muito importantes. Temos Warren, amigo e colega de apartamento de Ridge. Sempre leal se torna um grande amigo para Sidney e é quem a levanta nos momentos difíceis, já que tem um humor nada peculiar. Maggie, namorada de Ridge, é uma garota muito querida e também muito forte devido ao seu segredo. Se mostrou ser uma pessoa de muito caráter. E temos a mal-humorada Bridgette, também colega de apartamento de Warren e Ridge. Ela é tão maluca que chegou a pensar que Sidney também fosse surda e, toda vez que a via, gritava e gesticulava horrores. Hunter e Tori também foram importantes, mas aparecem só no início e não deixaram uma boa impressão.
– Sei que você adora aquele vestido e é por isso que usá-lo para sairmos juntos é meio estranho, Warren.
– Escute, Syd. Não quero ser grosseiro nem nada, mas todo esse clima deprê dos últimos meses a fez engordar um pouco. Sua bunda fica muito grande nessa calça. O vestido azul disfarça um pouco isso, então, por favor, troque de roupa para não me deixar com vergonha de sair com você.
  O livro é narrado em primeira pessoa, vezes por Sidney, vezes por Ridge. As folhas são amareladas e não encontrei nenhum erro ortográfico. Particularmente acho a capa desse livro linda e bem parecida com a arte original apesar de alguns detalhes diferentes.
  A autora teve um carinho todo especial com esse livro ao produzir uma trilha sonora, com a ajuda do músico Griffin Peterson, que demonstrou muito claramente os sentimentos vividos pelos personagens ao decorrer da história. Quem tiver interesse em ouvir as músicas, pode ter acesso pelo site: www.maybesomedaysoundtrack.com que foi disponibilizado pela autora no livro. Achei o projeto incrível e deixarei um trecho de uma das minhas músicas favoritas, Meu Problema.

Eu vou confessar
Nesse vestido
Você me faz
Perder os sentidos
E só o que penso
É o que quero ser
O homem que foi
Feito pra você





  Enfim, para mim essa leitura foi maravilhosa e recomendo para todos. Um romance fofo e melancólico ao mesmo tempo, mas com um lindo final.
Abraços!
Avaliação:
5/5 + Favorito

22 comentários:

  1. Oi, Lara!
    Que resenha linda! Gosto muito da Colleen e estou louca para ler esse livro. Espero me apaixonar por ele assim como você. Essa autora tem um dom incrível para emocionar os leitores e seus livros são muito tocantes, acho que esse segue essa linha também. Adorei as fotos! :)

    Beijos,

    Rafa [ blog - Fascinada por Histórias]

    ResponderExcluir
  2. Oi Lara
    Impossível não favoritar esse livro, ainda mais por causa de sua extensa carga emocional. Sou apaixonada por esse título, tanto é que já o li duas vezes. Fico feliz que você também tenha curtido a leitura. Também acho a capa linda.. Sou suspeita para falar, mas sou apaixonada pela escrita da autora. Sua postagem ficou incrível!
    Beijos, Fer.
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  3. Oii...
    Ando lendo muitas resenhas positivas sobre esse livro, embora eu ainda não queira ler ele, cada resenha que passa ele parece mais interessante, a sua não escapa de paradigma e eu gostei muito, que bom que você foi se apaixonando a cada pagina, isso e bom pois indica que o livro te prendeu totalmente, eu já recomendei a alguns amigos e quem sabe mais para frente não leia ele né...
    Beijocas...
    https://westfalllivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Olá Lara,
    Esse livro é apaixonante em todos os sentidos. Eu fiquei encantada quando o li e não conseguia parar de pensar nele. Acho que o relacionamento dos protagonistas foi muito bem construído, pois a forma como eles se comunicavam durante a composição foi incrível. Além disso, o triângulo amoroso é total crível e palpável. Não consegui escolher um nem outro.
    Fico feliz que tenha se emocionado com a obra.
    Beijos ♥
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  5. Olá,
    Faz tempos que eu quero ler esse livro e achei a sua resenha super completa. Você mostrou pontos importantes da leitura e não consegui perceber nenhum spoiler. Achei muito legal o fato de terem produzido uma trilha sonora e depois vou lá dar uma conferida por que fiquei bem curiosa.

    ResponderExcluir
  6. Oi, Talvez Um Dia eu li em inglês logo que foi lançado e te digo que é o melhor livro da Colleen Hoover na minha opinião. Acho que essa coisa do livro te ruma trilha sonora original, foi um golpe de mestre da autora. Como você, também fiquei encantada com o livro.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Olá Lara, tudo bem?
    Muita gente ama essa autora, mas não tenho vontade de conhecer suas obras :P
    Talvez porque eu não seja lá uma grande fã de NA. Acho as premissas todas muito parecidas :P
    Mas pelo menos esse, ainda teve um diferencial, com o mocinho surdo e tudo o mais. Mesmo assim, acho que não leria. Mas fico feliz que você tenha gostado tanto. É tão bom encontrar um livro que nos emociona tanto né?
    Beijooos
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Lara sou suspeita pois amo esse livro, a escrita da autora é ótima, entendo a luta do protagonista entre a razão e emoção, em fazer o que acha certo ou seguir seu coração. Amei o final, a capa está linda irei comprar o meu logo logo. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  9. Esse livro é muito amor.
    Acho incrível como Colleen conseguiu misturar tantos sentimentos e surpresas em um livro só, em uma página você está sorrindo, em outra chorando e na próxima angustiado por não saber o que irá acontecer.
    Já li esse livro 3x (duas antes de ter saído no Br) e sempre é a mesma emoção.

    ResponderExcluir
  10. Nunca li nada da autora, mas vi muitas pessoas falando bastante desse livro ultimamente. Não é o meu estilo literário preferido, mas por algum motivo me chamou a atenção. Não vou dizer que irei anotar a dica e comprá-lo, mas pensarei com carinho num futuro.

    ;D
    Nelmaliana Oliveira

    ResponderExcluir
  11. Eu amo a CoHo, enfrentei sete horas de fila para pegar um autógrafo dela na bienal! hahaha
    Eu acho que falar que Ridge é surdo é um pequeno spoiler. Eu fiquei bem chateada quando li isso em uma resenha semana passada. Todas as outras que tinha lido omitiam essa parte. Imagino que seria legal descobrir isso lendo o livro. Agora já era! rss
    Com certeza lerei o livro!

    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Oie que bacana saber que esse livro é tão bom e que te arrancou lágrimas e sorrisos, eu adoro quando algum livro nos desperta tantos sentimentos ao mesmo tempo, é sinal claro de que ele nos marcou profundamente, também adoro esse fato de que podemos ouvir as músicas em tempo real e o fato do protagonista ser surdo me surpreendeu, espero gostar da obra.

    ResponderExcluir
  13. Olá,
    Estou morrendo de vontade de ler esse livro, ainda mais depois da sua resenha. Já conhecia, mas não sabia que o Ridge era surdo. Sem dúvidas deve ser uma história emocionante e linda, acho que vou gostar do jeito que os dois personagens se aproximam. Eu conhecia só uma música do Griffin, "Maybe Someday", mas vou agora mesmo conferir as outras!
    http://www.virandoamor.com/

    ResponderExcluir
  14. Oiii!!

    Eu aidna não tive oportunidade de ler algo da autora. Mas tenho MUITA curiosidade já que nunca vi uma crítica negativa para as obras dela.
    Essa me parece muito bem escrita e envolvente, sua resenha falou de uma forma bem envolvente e saber que é narrado pelos dois é maravilhoso.
    Enfim, uma ótima pedida.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  15. Oi, tudo bem?
    Adoro a escrita da Colleen e a trilha sonora está linda!
    Não me recordo de ter lido outra resenha do livro, mas a sua tocou em pontos que me deixaram mais louca ainda para ler o livro, como o fato do personagem ser deficiente auditivo, nunca li nada em que o personagem tivesse essa deficiência e fiquei curiosa para saber como o assunto foi abordado, e o fato do livro ser emocionante também, pois cada vez mais estou amando livros assim.
    Bjs

    ResponderExcluir
  16. Sério que nesse livro Collen supera sua escrita?!Nossa, fiquei empolgada. Adoro os livros da autora, e saber que talvez um dia traz um misto de emoções com personagens bem marcantes, e ainda uma trilha sonora, foi o necessário pra fazer o livro furar a fila.

    Beijos.
    Leituras da Paty


    ResponderExcluir
  17. Oi ^^

    Não tenho muito o que falar a respeito da autora, pois infelizmente ainda não li algo escrito por ela, mas espero que isso mude logo hehehe

    Gostei desta história, acho até que dos livros da autora este foi o que possuiu uma história que mais me agradasse e despertasse meu interesse. Meu único receio gira em torno do romance em si, pois se ele for muito fofo provavelmente eu vou enjoar hehehe

    ResponderExcluir
  18. Oi Lara, tudo bem?
    Eu li o livro recentemente e gostei muito dele, ele tem um romance lindo e melancólico mesmo né? a leitura me prendeu do começo ao fim e isso me encantou, fiquei bem feliz em ver que você gostou do livro assim como eu e que recomenda, é mesmo maravilhoso!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  19. Oii

    Vou te fala ta bem dificil aguentar minha ansiedade de ler esse livro. Sou fã de coração da autora e até hoje não me decepcionei com suas estórias. Sua resenha só me deixou ainda com mais expectativas e morta de medo por isso. Fico feliz que o livro tenha sido tão bom pra você e ainda mais por ter favoritado <3 Louca pra lerrrr

    Bjos

    ResponderExcluir
  20. Que história linda! Mas também me parece um pouco triste, pois Ridge está dividido entre o amor de Maggie e de Sidney. Para que uma seja feliz, a outra sofrerá, e isso é bastante comovente. Achei bacana o garoto ser músico apesar da surdez, o que é possível, já os surdos sentem a música pela vibração das notas musicais. Adorei o livro.

    Tatiana

    ResponderExcluir
  21. Oiiiiiiiiiiiiiiii

    Que premissa linda!!!! Nunca li nada da autora mas tenho uma amiga que morre de amores pelos livros e agora que li sua resenha entendo o porque. É perfeição em forma de livro, eles parecem se amar de uma forma tão intensa que dá até inveja kkkkkkk Quero muito ler agora e me apaixonar assim hahaha

    Bjossssssss
    Everton
    http://rillismo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  22. Sidney passa por uma situação chata e muito triste, mas que pode proporcionar a ela uma amizade com seu vizinho!! Ambos gostam de música e eles se entrosam muito bem!! Será que vai surgir algo além da amizade? Quero saber!!

    ResponderExcluir

© Psiu, vem ler!. Todos os direitos reservados.
Criado por: Fê Goulart.
Tecnologia do Blogger. | Voltar ao topo
imagem-logo