| Resenha #57 | O céu noturno em minha mente, de Sarah Hammond

Livro cedido em parceria com a editora
para resenha e divulgação
O céu noturno em minha mente
Sarah Hammond

Editora: Galera Junior
Páginas: 288

Achei. É esse que vou escolher.
Esse é o meu cachorrinho.
Ele pode ir para casa cuidar de nós agora que Papai se foi.

Sinopse: Mikey Baxter tem 14 anos, mas muitas coisas o diferenciam dos outros garotos da sua idade. Para começar, o pai está na prisão e a mãe se recusa a falar sobre o assunto. Ele sabe que, de alguma forma, isso está ligado à cicatriz em sua cabeça e ao fato de ele parecer ter mais dificuldade em entender certos assuntos do que os outros. Quando um misterioso assassinato ocorre em sua cidade e Mikey é o primeiro a chegar à cena do crime, ele não sabe o que pensar. O que o levou até ali? Quem teria matado o morador de rua da cidade, que parecia nunca ter feito mal a ninguém? E quem era o homem caipira que estava nos arredores? [SKOOB]


Um focinho preto e minúsculo sai do cesto. Patinhas. Um filhote preto rola no tapete. Minhas pernas estão tão ansiosas que dá vontade de correr de um lado a outro, mas fico parado. As pernas do filhote são bambas – ele não consegue andar direito. Cai. Balança o rabo. Fica em pé de novo. Não me mexo. Ele fareja a borda do tapete azul.
Página 7
  Mikey é um garoto de 14 anos bem diferente do restante das outras crianças de sua idade e sua vida é tomada por alguns problemas. Seu pai havia sido preso por motivos que desconhecemos pela maior parte do livro, sua mãe se recusa a falar sobre o assunto com o garoto – tanto que, junto com ele, a mulher criou a Regra de Ouro, que consistia em esquecerem o pai e aceitarem que ele se foi –, e seu único e melhor amigo é o cão companheiro Timmer.
  O garoto também possui uma incomum cicatriz em sua cabeça – ocasionada por um acidente que também só nos é revelado no final – que, além de lhe provocar um entendimento mais retardado de certas coisas, também trouxe um fenômeno inexplicável. O Pra Trás, assim chamado por Mikey, mostrava acontecimentos do passado, como visões, tanto de coisas boas quanto de coisas ruins de determinados cenários de seu dia a dia.



  O Pra Trás nunca havia causado sérios problemas até o dia em que Mikey viu o cadáver de um homem no lago que costumava pescar e, depois disso, constantemente tinha sua mente invadida por cenas do assassinato. A partir desse episódio, o menino para de fugir dos segredos que o Pra Trás quer lhe mostrar e se entrega para as sombras vivas que o perseguem. E assim ele descobre verdades sobre seu pai e sobre as pessoas que o cercam. Sua mãe, que no início o repreendia por ficar inventando essas histórias do Pra Trás – segundo ela, isso não passava de fruto da imaginação perturbada do rapaz – e não fazia nada além de fumar e chorar todos os dias, se viu cada vez mais próxima do filho conforme tudo ia se ajustando.
– O que é aquilo?
O homem aponta uma forma escura na água. Tem um silêncio em volta: eu nunca conheci nada tão silencioso. O rio passa, mas também sabe. Esse é outro dos seus segredos que vão para o fundo escuro. Não sei como, mas conheço esse segredo. Conheço a forma escura. O homem me encara, os olhos arregalados.
Página 45
  O Céu Noturno em Minha Mente é uma história tocante e intensa; um juvenil com cenas fortes que são apaziguadas pela visão inocente de um garoto de 14 anos que, devido a um acidente, tem algumas atitudes e pensamentos de uma criança de 8 anos ou menos. A obra de Sarah Hammond se tornou uma das minhas leituras favoritas da vida toda. Comecei a leitura sem muitas expectativas, pois há tempos não lia enredos semelhantes e não sabia o que me aguardava. No entanto, fui perfeitamente surpreendida por uma trama curta e original.



  Toda a aventura é narrada pelo nosso personagem principal, Mikey Baxter, que muitas vezes conversava com seu fiel amigo Timmer. Os personagens secundários também são excelentes, cada um com suas características marcantes. Somos apresentados a pessoas amigáveis que acabam mostrando seu lado repugnante e a personagens insuportáveis que mudam completamente e tornam-se nossos favoritos.
  A linda edição, feita pela equipe da Galera Record, nos traz na arte da capa uma ilustração que representa dignamente a história, com o menino sob a luz da lua, Timmer ao seu lado e a socó aos seus pés – pássaro que terá papel importante na trama – e tudo isso rodeado pelas sombras que tomam formatos humanos e encalçam nosso protagonista. A diagramação é simples, mas confortável. Os capítulos são apenas enumerados e as cenas do Pra Trás estão em fonte personalizada. O livro foi impresso em formato 14 cm x 21 cm, com fontes grandes e capítulos pequenos, isso permite que a leitura seja realizada em um curto espaço de tempo.
Timmer fica maluco agora que está solto. Adoro vê-lo a todo vapor pelo campo, as orelhas para a frente, como se pudesse correr para sempre.
Página 125
  Essa é uma obra que recomendo para os leitores do gênero juvenil apreciadores de um bom mistério que ronda um assassinato e mentiras que são descobertas, com direito ao surgimento de um agradável romance ao final de tudo. O final foi espetacular, com grandes provas de amor, amizade, determinação e a importância de confiar e perdoar.
Avaliação: 
5/5 + Favorito

Comentários

  1. Oi, já li algumas resenhas sobre esse livro. E todas são muito positivas por sinal. Fiquei bem curiosa sobre a trama e me arrependo de não ter lido quando tive a oportunidade. A primeira coisa que me chamou a atenção na obra foi a capa, que é muito linda. Sem contar que sempre é bom ler um gênero juvenil.
    Beijos, Fer

    ResponderExcluir
  2. Ola Fe lindona essa capa é linda, gostei muito da premissa do livro e já estou curiosa com todos esses mistérios rondando a premissa e sua resenha. Adoro ler um livro juvenil trás uma leveza depois de leituras fortes. Dica anotada. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  3. Menina, que resenha tocante, não é todo dia que encontro livros 5 estrelas por aí, ainda mais com esse foco. Eu não conhecia o livro, mas, tô afastada da blogosfera tem um mês então... HAHAHA. Adorei. Bjs Tayletitshine.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oi Fernanda,
    Esse livro já estava na minha lista de leitura, mas após ler a sua resenha vou ter que passar ele na frente de alguns. O livro parece realmente ser bem intenso e por ser sob o olhar de uma criança suavizado. Adoro narrativas assim! Essa capa está maravilhosa.
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Olá Fernanda,
    Essa leitura parece ser bem intensa, como você disse.
    Gostei muito da sua opinião sobre o livro e fiquei bem curiosa! Me agradou muito o fato de os personagens serem bem construídos, afinal, não é sempre que vemos personagens secundários bem construídos. Outro ponto que me agradou foi o fato de os personagens transformarem nossa opinião.
    Por fim, se o livro tornou seu favorito da vida, com toda a certeza, preciso ler.
    Beijos!
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  6. Oi Fe
    Acredita que li uma resenha esses dias com impressões bem negativas desse livro?
    Muito legal chegar aqui e ver uma opinião bem diferente.
    Gosto de leituras intensas e decidi colocar o livro na lista novamente. Preciso conferir de perto para saber de vou gostar ou não.
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  7. Olá

    Não tenho lido muitos livros juvenis mas esse me chamou bastante atenção e até mesmo me surpreende um livro direcionado ao publico mas jovem ter assuntos mais serios, o que não deixa de ser bom. A premissa do livro me chama muito atenção e essa capa está linda de morrer me lembra um pouco a capa do livro Humanos, mas só por ter estrelas.

    Bjos
    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi!
    Eu não tinha me interessado nesse livro, porque ele era juvenil. Sinto que passou o meu time pra ler livros assim, mas esse livro em especifico me fez ficar interessada por ele ser pesado, mas ser tratado com os olhos de uma criança. Sempre acho isso uma sacada genial dos autores para abordar questões mais intensas. Adorei a sua resenha. Com certeza um livro que vou anotar aqui. :D

    beijo!

    ResponderExcluir
  9. Oiee ^^
    Eu achei muito inteligente a forma como o livro foi narrado, e também as partes do Pra Trás, além de ser original também, pois eu nunca tinha lido um livro parecido ou igual. Gostei bastante da história, é mesmo muito intensa e sensível ♥ Eu não sou fã de mistério e de assassinatos, mas fico feliz por ter aberto uma exceção para esse livro.
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Engraçado como esse livro tem dividido as opiniões. Tenho uma amiga que não gostou muito e algumas outras que leram e acharam mediano. Não me lembro de ter lido outra resenha mas vi que você gostou muito do livro. Eu estou bem curiosa com ele e pelo que você falou na resenha não tenho certeza se vou gostar, mas preciso ler para saber pois a história me interessa bastante

    ResponderExcluir
  11. Oi Fe!
    Gostei bastante da premissa do livro. Essa "coisa" de esbarrar no sobrenatural me interessa muito. Fiquei com vontade de conhecer melhor o Pra trás e o porquê de ele estar junto do nosso protagonista :)
    Será alguma coisa oculta, hehe. Muito mistério me aguarda
    Bj

    ResponderExcluir
  12. Oi :)
    Gostei do enredo, bem diferente e com vários mistérios a serem revelados. Fiquei curiosa para saber de quem era o corpo no lago, como ele conseguiu a cicatriz e se a mãe dele se recuperará, e parará de apenas chorar para ajudar o filho.
    Beijos!
    http://caindonacultura.com

    ResponderExcluir
  13. Oie!
    Eu ainda não tive a oportunidade de ler esse livro, e fiquei interessada nessa história. O que me deixou intrigada foi esse acidente que o jovem sofreu, e só no final que descobrimos o que acontece. Com certeza vai prender a minha atenção.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  14. Oi, Fernanda! Tudo bem?
    Acho linda a capa deste livro e a proposta também é muito interessante. Gosto muito de histórias infanto-juvenil, por isso tenho certeza que iria gostar muito deste.O fenômeno do "Pra Trás" me deixou muito curiosa, ainda mais com a ideia de que isso é vivenciado por um adolescente de 14 ano que tem a mentalidade de uma criança. Acho que todo esse mistério em torno do passado dele deve ser incrível para o leitor. Beijos! ^-^

    ResponderExcluir
  15. Ooi
    Já vi outras resenhas desse livro e todas positivas. A premissa chamou muito minha atenção, parece ter uma dosagem de suspense bem bacana em relação ao assassinato.
    Nome já está na lista!
    Beijo os!
    www.estantemineira.blogspot.com

    ResponderExcluir
  16. Excelente resenha, Fe.
    Quanto ao enredo, AMO mistérios, assassinatos e mentiras sendo descobertas! Ainda assim não me senti completamente cativada, mas para os apreciadores do gênero, deve ser um prato cheio.
    A edição está realmente lindíssima, belo trabalho da Galera Record :)
    Beijos

    ResponderExcluir
  17. Oi Fernanda, fico super em ver que você curtiu o livro, eu li ele recentemente e gostei bastante, achei uma leitura super agradável e o personagem me conquistou totalmente. Eu sempre recomendo ele quando posso e é bom ver que mais pessoas gostam de um livro tão maravilhoso!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  18. Olaaa

    Ahh eu não sou muito fãs desse gêneros de livros,gosto mais de livros românticos estilos para meninas,não me anima muito ler esse estilo,mas gosto de ler as resenhas para pode me expressar né e também poder indicar os livros e gostei da sua resenha esta bem explicada,para quem gosta desses livros vai adorar essa proposta.

    abraços...
    http://rillismo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. É muito bom quando começamos uma leitura sem muitas expectativas e logo nos surpreendemos positivamente, não é? Eu não conhecia esse livro, mas gostei demais da premissa. Já fiquei muito curiosa para saber o que aconteceu no passado do menino, por que o pai foi preso, o que aconteceu que resultou na cicatriz, enfim, a história conseguiu chamar a minha atenção. já anotei e tentarei fazer a leitura em breve.

    Tatiana

    ResponderExcluir
  20. Oii, tudo bem?
    Eu adorei a sua resenha! Esse livro de certa forma me lembrou o Extraordinário, tanto pelo personagem mais infantil, quanto pelos ensinamentos que o livro possui. Eu tenho muita vontade de o ler, mas a minha lista de desejados está enorme, porém, assim que surgir uma oportunidade eu irei adquiri-lo.

    ResponderExcluir
  21. Oi, tudo bem?
    Eu li esse livro recentemente e fiquei apaixonada também, de cara eu já fiquei animada porque adorei a capa e o gênero é um dos meus favoritos, mas fui surpreendida com uma história tão tocante e intensa, realmente é um livro incrível e ele também entrou na minha lista de favoritos da vida toda kkkk Enfim, assim como você eu recomendo para todos, porque é incrível.

    Beijos :*

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

[Divulgação] Zip Anúncios