25.8.15

Golfinhos e Tubarões – O Outro Mundo, Tais Cortez


"Um amor complicado. Um segredo do passado. Uma história mágica e inesquecível."

• Livro cedido pela Chiado Editora para resenha.

• A resenha pode conter spoilers.


Título: Golfinhos e Tubarões – O Outro Mundo
Autor: Tais Cortez
Editora: Chiado
Páginas: 419
Avaliação:
Sinopse: Aos cinco anos, Victoria foi adotada por Ana, presidente de uma indústria de cosméticos, e Greg, um bem-sucedido advogado. Ela não entende por que não se lembra dos verdadeiros pais e não acredita na suposta causa da morte deles.
Ao completar quinze anos, estranhas mudanças começam a acontecer. Seus cabelos ruivos escurecem, ela se torna cada vez mais forte e rápida, seus sentidos ficam aguçados e alguns dos seus sonhos passam a ser premonições.
Após a visita de um casal peculiar, ela é levada para um mundo desconhecido e único, onde terá que aprender a controlar suas habilidades, freqüentando aulas diferentes de tudo o que já viu.
Lá ela conhece Alex. A atração entre os dois é imediata, mas ele se recusa a se aproximar de Victoria e de qualquer outro aluno. Ainda assim, o destino se encarrega de uni-los e Alex passa a protegê-la e ajudá-la.
O que Victoria não sabe é que ele esconde um segredo que mudará sua vida, e que o passado pode estar mais perto do que eles imaginam...
•                    •                    •



     Sabe aquele livro que você tem vontade de jogar na cara das pessoas, obrigando-as a ler, de tão maravilhoso que ele é, mesmo que fazer isso seja errado? Foi exatamente o que eu senti ao ler Golfinhos e Tubarões – O Outro Mundo. Logo no início, já senti que seria uma leitura emocionante. Quando comecei as primeiras páginas, pensei: “CrenDeusPai, preciso conhecer essa mulher!” Então, assim que terminei de ler, fui correndo adicionar o perfil dela no Facebook e perguntar que perfeição era aquela.


"Isso é o nosso mundo. O mundo a que você pertence."

     Com apenas cinco anos de idade, a pequena Victoria perdeu seus pais para o que chamaram de uma doença rara, coisa que ela se recusa a acreditar. Vic nunca entendeu o motivo de não lembrar nada sobre os anos que passou com seus pais, antes da tragédia, mas nunca teve ninguém que pudesse dizê-la o que realmente aconteceu. Pouco tempo depois, ela fora adotada por Ana e Greg, um casal muito bem-sucedido, e cresceu tendo a vida que quase toda garota sonha: ela poderia ter o que quisesse, frequentava festas de classe alta e vestia apenas roupas das melhores marcas. Porém, ela não queria aquilo tudo. Odiava ter que comparecer em festas chatas e ser obrigada a dançar com gente que nem conhecia. E cada vez ficava mais claro para ela a aversão que Ana sentia. A esnobe presidente de uma famosa indústria de cosméticos não aguentava mais a presença da garota. Greg, no entanto, era o único que parecia realmente amá-la, e isso a reconfortava em tempos difíceis.
     Mas foi quando Victoria completou 15 anos que tudo despencou em sua cabeça. Mudanças começaram a acontecer em seu corpo e ela via que outras pessoas começavam a perceber isso, pois seus amigos começaram a manter certa distância. Ela conseguia ouvir as conversas de alguém que estava no final do quarteirão. Notava que estava ficando cada vez mais rápida e forte. Seu cabelo, sem motivo algum, começou a mudar do ruivo para o negro e, o que antes costumavam ser apenas sonhos, transformaram-se em premonições.
Eu não sentia mais a energia sair de mim, nem o escudo me envolver. Tudo estava escuro, e começava a pensar que estava morta, quando ouvi um grito agonizante e ensurdecedor. O ambiente estava quente e meu corpo parecia estar em chamas. Abri os olhos e não acreditei no que vi. O grito vinha de mim. – Página 314


     Então, em um dia que era para ser considerado normal, uma dor de cabeça insuportável desencadeia todas as mudanças que ocorreram com Victoria até então. Como se todo o seu poder estivesse preso dentro da garota e, subitamente, explodisse, tudo ao redor foi influenciado pela dor da garota. Estilhaços de vidros quebrados de janelas, da televisão, de vasos de flores começaram a voar por todos os lados, a eletricidade falhava e uma enorme rachadura se abriu no chão da casa. Para piorar, Ana e Greg estavam desacordados, presos na parede como se uma força invisível os segurasse lá.
     Depois disso, tudo mudou para a garota. Por conta do ataque, ela fora direcionada para uma escola especial, com alunos como ela, com poderes e habilidades surpreendentes. Lá ela fez amigos, lutou, conheceu a origem de seus poderes e desenvolveu-os, tentou entender o que realmente acontecera com seus pais e se apaixonou. Alex, o “mestiço”, o meio-vampiro que desde o primeiro dia a encantava com seus lindos olhos azuis, afetando todos os seus sentidos e emoções, muitas vezes a impossibilitando até de raciocinar com clareza. O problema é que ele queria distância dela, por mais que suas ações dissessem o contrário quando ela se encontrava em perigo. A ligação entre eles é inevitável e inexplicável, porém ela não entende o motivo de ele sempre recusar a aproximação.



Dizer que estava apaixonada seria chamar de garoa o que, na verdade, era um dilúvio. – Página 261
     Mas, afinal, de onde vem essa ligação? Por que Alex insiste em evitar a garota a todo custo? Algo do passado desconhecido de Victoria poderá mudar todo o futuro que ela havia planejado. As emoções fogem de seu controle e ela precisará ser forte para passar por tudo sem fraquejar.
     O livro possui um misto de romance, fantasia e mistério. Apesar de a história ser voltada, principalmente, para Victoria e Alex, não é só o romance que prenderá o leitor. Uma trama surpreendente, cheia de lutas, sangue, passados revelados e vitórias significativas. Eu nunca gostei de vampiros, até agora. Tais conseguiu misturar meu gênero favorito (fantasia) com duas coisas que eu não simpatizava, sendo elas romance e vampiros, e me fez ficar apaixonada por tudo! Eu estaria mentindo se dissesse que não gostei de um detalhe ou outro, pois amei tudo. Como eu só posso ler durante a noite, não conseguia ver a hora de anoitecer para eu poder me deitar e dar continuidade à leitura. Essa obra me atingiu de uma forma indecifrável.
     Golfinhos e Tubarões tem o poder de mexer com a mente do leitor. Ao final de cada capítulo, é inevitável você ficar ansioso, se perguntando sobre o que realmente aconteceu com cada personagem, qual o motivo da aproximação do casal e o mistério por trás da infância desconhecida de Victoria.



     Cada personagem se destacou em sua maneira. Vitor e Lisa, os professores responsáveis por buscar a garota depois do ocorrido com os pais adotivos, são o completo oposto um do outro. Vitor raramente esboçava reação além da autoridade que sua postura transmitia. Apenas seu olhar poderia derrubar algum aluno desavisado. Lisa era fofa, sempre em seu espírito calmo e estava constantemente preocupada com Vic. Ao meu olhar de leiga e admiradora, nesse livro não existe essa de personagens secundários, pois todos são vitalmente importantes para o decorrer da história. Se ignorar qualquer um deles, todo o livro fica desfalcado. Queria eu poder falar sobre todos os personagens e suas habilidades, como os amigos Thiago, Ana, Jasper, Ben, Penny, Verônica, Alice e vários outros, mas não quero prolongar demais a resenha.
     A edição da obra ficou incrível. Eu já havia visto esse livro em alguns sorteios e o estava namorando há um bom tempo, pois me encantei com a capa. As folhas são amareladas, com uma fonte serif em tamanho médio, facilitando bastante a leitura. O título, na minha opinião, se encaixou perfeitamente na história, tendo um sentido que apenas quem puder lê-lo entenderá. O único pontinho negro foi a revisão, que continha pequenos erros de sinal gráfico, como em momentos que aparecia o nome Vitor e, mais à frente, Vítor. Mas nada que vá estragar a leitura – como se isso fosse possível! Pfff.
Era como um quarto de terror. Cbeças empalhadas e quadros de pessoas assassinadas me cercavam. Notei também um trono ao fundo e algumas poucas cadeiras próximas a ele. A iluminação vinha de um grande lustre de cristal vermelho. – Página 380


     Enfim, a escrita da autora me cativou de um jeito incrível e eu já anseio por um próximo volume. A semelhança de Golfinhos e Tubarões com X-Men é perceptível, por conta dessa história de mutantes e uma escola especial... mas Tais conseguiu fazer sua obra ser única, apesar da parecença. Achei uma atitude de originalidade adicionar vampiros à história. Tudo ficou em uma sincronia perfeita. É uma obra que recomendo a todos aqueles que estão em busca de grandes aventuras, com um mistério delicioso, uma pitada de romance e aquele drama para completar.


Nasceu em Campinas, interior de São Paulo.
Formou-se em Relações Internacionais e fez bidiplomação em Economia na FACAMP.
Fascinada desde criança por histórias de romance, mistério e poderes sobrenaturais, foi natural que, propondo a si mesma escrever o livro que gostaria de ler, esses elementos estivessem presentes em sua primeira obra, "Golfinhos e Tubarões – O Outro Mundo".
(Informações tiradas da orelha do livro)

11 comentários:

  1. Oi Fe
    Muito legal vc ter gostado do livro, a história dele sempre me despertou curiosidade, apesar de n gostar muito da capa, rs
    Um livro que mistura romance, fantasia e mistério é tudo de bom msm ;)
    Parabéns pela resenha!
    Bjs
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Ferrrrrrr
    Que resenha foi essa, menina??
    Definitivamente, uma das melhores q já li!!!
    Adorei receber seu contato pelo face e descobrir que havia se interessado pelo meu livro e feito parceria com a Chiado!
    Vc não tem ideia do quanto feliz seu contato e sua resenha me fizeram!
    Eh nítido o quanto vc foi envolvida pela história e se apaixonou por cada detalhe!
    Tbm adorei saber q consegui fazer vc gostar de romance e vampiros rsss
    Obrigada pelo carinho q tem por GET!
    Prepare o coração para uma continuação bem emocionante!!! Rsss
    Bjssss e sucesso ao blog!

    ResponderExcluir
  3. Fiquei apaixonadíssima pela resenha, você me fez ficar morrendo de vontade de ler o livro. Adoro livros que envolvem mutantes e sobrenatural dessa forma, adorei a premissa :D | www.zombieffect.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oi Fernanda,
    Esse livro da Tais eu ainda não tive o prazer de ler, mas li O último homem do mundo e adorei. No inicio achei parecido com a novela Rebelde, mas ela conseguiu transformar em uma história única, e pela sua resenha percebi que nesse livro acontece algo parecido. Preciso ler!!!

    Coração Leitor

    ResponderExcluir
  5. Gente Chiado está tendo livros bons, pena que o que peguei com eles não era.
    Mas este vai entrar na lista. Parece ser um livro que te prende do começo ao fim, aquela adrenalina bem vinda para uma leitura rápida (no meu caso) e revigorante.
    Vou pedir pra eles me enviarem esse.
    http://k-secretmagic.blogspot.com.br/
    Xoxo

    ResponderExcluir
  6. Ola Fe lindona eu amo esse livro já está em minha lista de favoritos também, amei a escrita da autora, os personagens me cativaram, adorei essa mistura de magia, poderes, escola. Todos os elementos que amo em um livro, não vejo a hora da autora lançar a continuação. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  7. Oie! Bom, a principio eu não fui muito com a cara do livro (rs), mas no decorrer da sua resenha, mudei completamente de opinião. Já anotei a dica! ;)

    Beijos,
    Dai | www.cheirodelivronacional.com.br

    ResponderExcluir
  8. Oláá´
    Sua resenha está ótima e muito interessante, eu tenho muita vontade de ler o livro só pelos elogios que escuto e por já ter lido outro da autora e ter gostado, bela dica.

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Adorei a resenha.
    Fiquei curiosa com a história, ainda por todo o mistério envolvendo a personagem principal e a morte de seus pais e seus poderes recém descobertos. O fato de você comparar um pouco com X-men me deixou mais animada ainda com a história. Fico feliz de ler sobre obras nacionais assim, vou add a minha lista de desejados hehehe

    Beijos
    http://aventurandosenoslivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oie, tudo bom?
    Esse é um dos livros nacionais que mais tenho curiosidade de ler por ter uma história que lembra um pouco a trama dos X-Men. Gosto dessa mistura de sobrenatural com mistério. A trama parece ter vários elementos instigantes.
    Beijos,
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Oiee Fernanda...
    Não joga o livro na minha cara por favor hahaha
    Eu ouvi muito falar desse livro na epoca que a autora fez um booktour, mas confesso que a trama não faz o meu estilo mesmo, por isso acho que não o leria, não sei...

    beijos
    Mayara
    Livros & Tal

    ResponderExcluir

© Psiu, vem ler!. Todos os direitos reservados.
Criado por: Fê Goulart.
Tecnologia do Blogger. | Voltar ao topo
imagem-logo