Filme: Mad Max: Estrada da Fúria


Eu nunca pensei que eu iria fazer qualquer coisa tão brilhante. – Nux

Título original: Mad Max: Fury Road
Ano: 2015
País: Austrália, EUA
Duração: 120 minutos
Gênero: ação, ficção científica

Não recomendado para menores de 16 anos!

Sinopse: Após ser capturado por Immortan Joe, um guerreiro das estradas chamado Max se vê no meio de uma guerra mortal, iniciada pela Imperatriz Furiosa na tentativa se salvar um grupo de garotas. Também tentanto fugir, Max aceita ajudar Furiosa em sua luta contra Joe e se vê dividido entre mais uma vez seguir sozinho seu caminho ou ficar com o grupo.

ATENÇÃO: Esta resenha pode conter spoilers. Se ainda não viu o filme e se incomoda com isso, assista-o primeiro e retorne aqui depois.

     Em um cenário distópico, Immortan Joe (Hugh Keays-Byrne, Sleeping Beauty; The Chain Reaction), um homem deformado que usa máscara para poder respirar, controla toda a água existente no deserto, em um lugar chamado Cidadela.
     Na Cidadela, todos os garotos são treinados para se tornarem guerreiros, chamados de War Boys, ao lado de Joe, o Senhor da Guerra. Em troca de sua lealdade, Immortan Joe garante que os guerreiros que morrerem em batalha alcançarão os portões de Valhala (uma espécie de paraíso da mitologia nórdica). Os War Boys envenenados pelas palavras do tirano se oferecem como testemunhas, como sacrifício.

Se você não pode consertar o que está quebrado, você vai enlouquecer. – Max Rockatansky



     Joe tem dois filhos deformados, mas precisa de homens fortes na frente das batalhas. Devido a isso, todas as mulheres sem deformações, consideradas perfeitas, tornam-se escravas sexuais para gerarem filhos sem problema algum para ele.

     Também existem as mulheres leiteiras, que, como o nome já nos deixa explícito, são ordenhadas como vacas para produzirem leite, já que no deserto não existe pasto, portanto não existem vacas e consequentemente não existe leite animal.

Se eu vou morrer, será uma morte histórica em uma estrada de fúria! – Nux



     Max Rockatansky (Tom Hardy, Jornada nas Estrelas: NêmesisGuerra é Guerra), um homem atormentado por lembranças do passado e que vive a vida sempre sozinho, é capturado pelos War Boys e passa a servir de bolsa de sangue para os garotos doentes.
     Furiosa (Charlize Theron, Branca de Neve e o Caçador; Hancock), uma guerreira que não possui um braço e o substitui por um membro mecânico, cansada de ser escravizada, resolve fugir e levar as esposas, escravas sexuais de Immortan Joe com ela para sua Terra Natal, Vale Verde.

Onde devemos ir, nós que vagamos este terreno baldio, em busca de nossos melhores eus.



      A partir daí o filme se resume a combate, entre Furiosa, em um caminhão de guerra, os War Boys e as tempestades de areia do deserto.
     Na cena em que Max e as Esposas se conhecem, por alguns minutos eles se estranham e travam uma luta, até perceberem que, se não trabalharem juntos, não irão longe. Quando se juntam, explodem e matam todos os inimigos que podem durante o caminho.
     Nox (Nicholas Hoult, X-Men; About a Boy), um War Boy, depois de muito lutar contra os fugitivos, se desfaz dos encantos das palavras de Immortan Joe e passa a lutar ao lado de Furiosa, Max e as Esposas.
     Ao longo do filme, os fugitivos encontram senhoras motoqueiras e também acabam tendo uma desilusão. O que eles achavam ser real, já não é. O Vale Verde não exite mais e as poucas motoqueiras são as únicas sobreviventes.
      E então a solução vem por uma ideia de Max.

Eu era um policial. Um guerreiro da estrada, em busca de uma causa justa. – Max Rockatansky

     Nossa, que filmaço, gente! Uma super produção que, ouso dizer, tem grandes chances de estar entre os indicados para o Oscar 2016.
     É um filme recheado de ação e cenas fortes que nos deixam de boca aberta algumas vezes.
     Confesso que, algumas vezes, as cenas de ação se tornam um pouco repetitivas, na minha opinião, mas não deixam de ser emocionantes por conta disso.



      Margaret Sixel foi a responsável pela edição do filme, que teve mais ou menos 480 horas de gravação.
     Mad Max: Estrada da Fúria conquistou os críticos de cinema do mundo todo e é uma das produções mais elogiadas de 2015.

      E você, já assistiu ? Gostaria de saber o que vocês acharam sobre o filme, deixe ali nos comentários sua opinião.
      Ah, me deem sugestões de filmes que gostariam que fossem resenhados aqui.

Comentários

  1. Gente, esse filme é maravilhoso!!!! Você é gaucha o/ eu tb, e tenho mto orguuulho! *-* Tamo junta miga. Eu amo meu estado mas ja estou longe faz 15 anos :( saudades. Amei seu blog =***

    ResponderExcluir
  2. Gente, para tudo! Preciso ver isso! hahahaha
    Amei essas fotos que você colocou no post, aguçou mais ainda a minha vontade.

    Um beijo,

    Dai
    Blog Cheiro de Livro Nacional

    ResponderExcluir
  3. Oie!
    Ainda não vi o filme e confesso, que foi por falta de vontade mesmo. O trailer até me animou, mas achei que seria ruim, mas esse post mudou meu conceito!!
    Adoreii
    Beijos

    www.notavelleitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Esse filme é bom e cousou polêmica. Adoro mulher com papeis fortes. Ele também me deixa nostálgica em relação aos primeiro filme da sequência. Mad Max contribui para eu gostar do gênero distopia.
    Ótima resenha, parabéns!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Não tive oportunidade de ir no cinema ver ele e me arrependo muito :/ mas ainda estou muito ansioso pra assistir parece bem legal! Logo que surgir uma oportunidade já vou assistir! E eu preciso começar a fazer resenha de filmes no meu blog, sempre falo que vou fazer e esqueço kkkkk

    Abraços, Miguel do demasiadamentelendo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Oi, tudo bem?
    Eu fui ver esse filme e gostei bastante, ele é bem eletrizante e me deixou bem satisfeita com as cenas de ação, além disso achei bem interessante a forma como o pessoal vive nessa ficção e tals. Enfim, fico feliz em ver que você também gostou do filme o/

    Beijos :*
    Larissa - srtabookaholic.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Oi!
    Desculpa, mas não li sua resenha com medo de pegar spoilers.
    Mas enfim, esse é um filme cujo eu estou super ansioso para assistir desde o lançamento, pois tem uma fotografia incrível.

    Beijos
    http://ummundochamadolivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Ola,

    Já tinha ouvido falar do filme, mas não conhecia a sinopse. Me parece ser bem bacana, adoro filmes de ação. Pretendo assistir dentro em berve. Bjus!!!
    http://lendoaestante.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oiiii
    Eu ja assisti e adorei e na verdade imaginava que iria odiar ja que nao gosto de filmes do gênero, mas é muito bom. Gostei.

    Beijos
    Reality of Books

    ResponderExcluir
  10. Não curto muito o estilo desse filme mas amei a forma que vc organizou o post: texto, fotos e muito mais.
    Bjs, Isa
    http://pausaparaconversa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Lara, eu AMEI Mad Max! E olha que eu estava com um super preconceito antes de assisti-lo! Só te recomendo a não colocar spoilers nas suas próximas resenhas, porque não faz muito sentido, isto afasta os leitores que ainda não assistiram ao filme. (E por outro lado, os que já assistiram ao filme não tem muito interesse em ler uma resenha sobre um filme que já viram, entende?).
    Já quanto à organização do seu post, intercalando boas imagens e textos, gostei bastante. ;)
    Um abraço,
    www.literasutra.com

    ResponderExcluir
  12. Oi Lara, vi os filmes mais antigos, na verdade, os dois primeiros, e confesso que não me agradaram, acho que até por isso mesmo não fiquei tão curiosa quando vi o lançamento deste novo.
    Bjs, rose.

    ResponderExcluir
  13. Nossa amei essas fotos
    Ainda não vi o filme mas fiquei animada
    Depois do seu comentário que deve ir ao oscar o filme
    Claro que vou ver
    bjs

    http://malucaspor-romances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Como não vi o filme, prestei atenção às figuras e li o final que diz que tem cenas de ação repetitivas. Já não gosto de cenas assim, com repetição então... tô fora! Um filme que eu só veria se fosse pra acompanhar marido.
    Beijinhos!
    Giulia - www.prazermechamolivro.com

    ResponderExcluir
  15. Oie, tudo bom?
    Não assisti ao filme, mas li sua resenha porque não pretendo assisti-lo porque não faz muito meu estilo. Vi vários cometários positivos desse reboot e até tenho curiosidade, mas acredito que não vou gostar.
    Beijos,
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Eu vi esse filme, super top
    www.expressaocharmosa.com

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

[Divulgação] Zip Anúncios