Resenha: A Seleção



Não queria ser da realeza. Não queria ser Um. Não queria nem tentar.

Nem todas as garotas querem ser princesas. America Singer, por exemplo, tem uma vida perfeitamente razoável, e se pudesse mudar alguma coisa nela desejaria apenas ter um pouquinho mais de dinheiro e poder revelar seu namoro secreto.
Um dia, America topa se inscrever na Seleção só para agradar a mãe, certa de que não será sorteada para participar da competição em que o príncipe escolherá sua futura esposa. Mas é claro que seu nome aparece na lista das Selecionadas e depois disso sua vida nunca mais será a mesma...




•               •               •


    A Seleção foi escrito pela americana Kiera Cass e é o primeiro livro da trilogia. Foi publicado no Brasil pela Editora Seguinte no ano de 2012 e conta com um número de 368 páginas. Atualmente, atinge a nota de 4,5 na rede social para leitores Skoob.
    O livro é narrado em primeira pessoa pela personagem principal America Singer, onde ela conta tudo o que passou, pensou e sentiu enquanto observava sua vida ficando de cabeça para baixo. America vive em uma cidade qualquer – não citada no primeiro livro – de Illea e é da casta Cinco, trabalhando como cantora para conseguir um dinheiro para ajudar a família.
    O sistema de castas é algo que, para muitos, chega a ser horrível. Funciona como uma divisão de sociedade que separa os ricos dos menos afortunados – mas não impede que pessoas de castas diferentes tenham uma comunicação limitada. A casta Um, obviamente, é a mais importante, sendo ela casa do Rei Clarkson, Rainha Amberly e seu filho único, Príncipe Maxon, o elemento central da Seleção. A última casta é a Oito, lar de todas aquelas pessoas que são vistos como “inválidas”, sendo elas as com deficiências, viciadas ou sem-teto.

Fui criado desse jeito. Desde pequeno sempre ouvi que os Seis “nascem para servir” e “não devem ser notados”. A vida inteira me ensinaram a ser invisível. – Página 60


     Antes de tudo, America era uma pessoa simples. Com 17 anos, morava com seus pais e dois de seus quatro irmãos em uma casa sem muita mordomia, fazendo jus à casta que pertence. Em sua festa de 16 anos, ela conheceu Aspen Leger e deste então começou a nutrir fortes sentimentos pelo moço. Durante dois anos eles namoraram secretamente, pois ele era de uma casta inferior e esse tipo de relacionamento não era permitido.
    Mas a reviravolta aconteceu quando Singer se viu pressionada por sua mãe a participar do evento mais comentado em Illea, a Seleção. Príncipe Maxon já estava iniciando seus passos até o trono, como sucessor de seu pai, e nada mais sensato que ter uma companheira ao seu lado. 35 garotas de toda a parte foram convocadas para morar por tempo indeterminado no palácio da família real e apenas uma seria a escolhida. Certamente, America estava entre as 35 Selecionadas, mas apenas pelo dinheiro que ganharia independente do tempo que passaria lá.

America Singer, um dia você vai dormir nos meus braços todas as noites. E acordar todas as manhãs com meus beijos. E algo mais. – Página 56

     O primeiro livro da trilogia de Kiera Cass foi um dos poucos romances que realmente me deixou encantada. Sempre ouvi vários e vários comentários positivos a respeito da obra – e nunca um negativo – mas nunca tive o interesse de fazer uma pesquisa mais aprofundada sobre. Só que toda a minha opinião mudou quando ganhei os três livros de três amigas especiais. 


    Minha amiga sempre falava que este é um dos melhores livros que ela já leu e que é o preferido dela, mas eu simplesmente achava que era exagero. Não conseguia pensar que um livro sobre conflitos amorosos, princesas e casamentos fosse lá essas coisas. Mas bastou eu começar a ler para não conseguir mais parar. Todas as noites, e durante os meus tempinhos livres, eu dava uma lida em algumas páginas. E quando não podia, me via ansiosa para pegar novamente o livro e retomar a leitura.
    Acho que a parte que menos gostei é a mesma, segundo o que andei lendo, que desagrada a várias outras pessoas: a confusão sentimental da moça America. Claro que, passando por todas as mudanças que ela passou, era de se esperar que ficasse confusa, mas em alguns pontos do livro isso chega a ser cansativo. Pouco depois de chegar do castelo, ela desenvolve um sentimento inexplicável pelo príncipe, que admite sentir o mesmo por ela. Os dois passam tempos juntos, se divertem e o sentimento vai crescendo. Mas é só Aspen aparecer que ela se esquece de todo o resto e corre para os braços dele, independente do que estiver acontecendo ao redor. Aspen sai, ela volta para Maxon. Menina, decida-se!
    Enfim, não tem como não amar os trabalhos da Editora Seguinte. Este livro, assim como todos os outros da série, possui uma capa linda. As folhas amareladas, com um ótimo espaçamento e diagramação impecável ajudam muito para que a leitura flua naturalmente. Em alguns capítulos onde são descritas as cartas que America trocava com a família, foram usadas fontes diferenciadas, para melhor entendimento.
    Em uma análise geral, posso garantir que é um livro recomendado para todos aqueles que buscam uma leitura mais calma. Com certeza, este é um romance que merece espaço na minha estante.

[...] Pela minha experiência, posso dizer que o amor verdadeiro é geralmente o mais inconveniente.  Página 205

Comentários

  1. ótima resenha. Vai ser minha próxima aquisição!!

    beijos
    Www.amorascomclasse.com

    ResponderExcluir
  2. Eu comprei todos, inclusive A Herdeira e o Diário da Seleção (que é muito lindo). É realmente uma ótima série e muito bem recomendada. Sua resenha ficou ótima. A Kiera tem o poder de criar magnificamente.

    ResponderExcluir
  3. Oi, Fernanda! Que bom que a leitura te surpreendeu =) Já faz algum tempo que tenho A Seleção na lista de 'quero ler'. Sempre fico adiando... haha Preciso criar coragem e começar logo, pois sempre leio comentários incríveis a respeito da obra. Gosto muito do gênero, então acho que vou gostar. Bom saber que a leitura é tão envolvente assim. Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Oii
    Ficou muito boa a sua resenha, que bom que a leitura te conquistou eu ainda quero ler esse livros assim que tiver um dinheiro sobrando, pois como você falou muitos falam bem e a capa é linda.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Seu resenha está bonita, inclusive a maneira como você estruturou o texto, perfeita. Quanto ao livro, não faz meu estilo, agradeço pela dica. algumas amigas também disseram que foi o melhor livro que leram, mas comigo não funcionou
    http://www.poesianaalma.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oláá
    Adorei sua resenha e o blog, muito legal, sinceramente sou suspeita para falar pois amo a série e não vejo a hora de ler A Herdeira, espero amar como amei os outros hehe

    http://realityofbooks.blogspot.com.br/
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Oi Fernanda, tudo bem?
    Não li os livros ainda, mas gosto de distopias e essa é diferente. Como minha lista de livros está grande não poderei ler tão cedo, e fiquei feliz por sair o filme.
    Pelo que sempre leio em resenhas além da sua a America é bem indecisa e acho que me irritaria.
    Bjs

    A. Libri

    ResponderExcluir
  8. O que eu mais gosto em A Seleção, é como a autora escolheu juntar Cinderela e Esther em um único livro. Ela busca, durante todo o enredo, ressaltar a importancia da independencia feminina e faz isso de uma forma tão leve e divertida que não tem como não se apaixonar.

    http://laoliphant.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi Fernanda,
    Então faz tempo que eu acompanho uma enxurrada de resenhas dessa série e
    realmente não sei como me posicionar em relação a história.
    Essas capas não me convencem muito pra uma distopia, mas acho que eu leria pra criar uma opinião própria.
    beijo
    Conversas de Alcova ❤

    ResponderExcluir
  10. Oi Fernanda! Confesso que já estou ficando com vergonha. Queria tanto o livro e quando ganhei os três do meu namorado não parei para ler. Tenho que dar um jeito nisso!
    Adorei a sua resenha viu. Você foi muito direta e clara nas suas opiniões. Também achei legal a parte que você comenta da sua amiga e da sua visão sobre o livro. Acho genial quando um livro deixa a gente feliz em lê-lo.

    Um abraço!
    Pensamentos Valem Ouro

    ResponderExcluir
  11. Oi!
    Impossivel não gostar d'A Seleção, né?
    Esse primeiro livro já conquista de cara. É uma das minhas séries favoritas.
    Agora estou roendo as unhas por A Herdeira.
    Beijos

    Construindo Estante || Curta a fan page
    Sorteio de caneca personalizada de A Culpa é das Estrelas. Participe!

    ResponderExcluir
  12. Ah que tudo. Blog lindo. Resenha incrível parabéns. Gostei e gostei e muuuuuito rs.
    Adrielli Oliveira
    loading1blog.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Já li o livro e super recomendo! E pra mim tbm, minha primeira atração foi aquela capa maravilhooooosa *-* Mas, como praticamente todos, me irritei muitissimo com a indecisão da America! Menina, decida-se, você é do Maxon, larga logo o Aspen hahah.

    http://primaveraconstante.blogspot.com

    ResponderExcluir
  14. Oi, Fernanda! Como vai?
    Estou para ler A Seleção faz muuuuito tempo, e estou com a trilogia aqui em casa, apenas esperando para ser lida. Infelizmente, pela falta de tempo, não tive a oportunidade ainda, mas do ano que vem não passa! Hahahah. Bem, eu já ouvi algumas críticas negativas sobre A Seleção e também críticas positivas, mas todos dizem que a Kiera enrola demaaaais. Apesar disso, ainda tenho muito entusiasmo para ler e sua resenha me deu uma vontade de pegar o livro... Ai, ai. Pena que há deveres. Acho que a America vai me irritar com esse negócio de Aspen, Maxon, Aspen, Maxon, Aspen... Mas todos sabem com quem ela fica no final. O nome dos livros são big spoilers, quer dizer: A Seleção, A Elite, A Escolha, A HERDEIRA. Gente, por favor, Kiera, melhore. Hahahah.
    Beijinhos,
    Karol.
    www.heykarol.com

    ResponderExcluir
  15. Confesso que realmente romance e princesas não me interessam. Mas falam tanto dessa série que estou curiosa. Além do que as capas são lindas e só elas já valeriam a compra. Vamos ver quando eu terminar outras leituras, se coloco essa na minha lista de aquisições.

    Bjs

    www.cladassombras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  16. Eu amooooo A Seleção, adoro contos de fadas e esse mundo de monarquia e etc...Estou lendo (na verdade estou na metade do livro após algumas horas de começá-lo), A Herdeira, nossa eu estou apaixonada por esse mundinho de Illéa *-*

    tavernadoleitor.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  17. Oie, tudo bom?
    Eu amo essa série e o primeiro livro é maravilhoso. Realmente a America é uma chatonilda indecisa, mas a gente aprende a conviver com ela...hahaha.
    O que mais gosto é a escrita dinâmica da Kiera.
    Beijos,
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Ola, tudo bem?
    Acho que pode ser un livro interesante. Vou ponhelo na lista para leituras.
    Adorei a capa e a sua resenha.
    Boas leituras e beijos de Espanha! :)
    http://abracalibro.blogspot.com.es

    ResponderExcluir
  19. Eu pedir o sono e cometi algumas loucurinha para ler os livros dessa série, simplesmente amo a escrita da Kiera, e apesar de eu amar essa série e estar prestes a ler o livro 'A HERDEIRA', queria muito que a Kiera criasse algo novo, acredito que ela se sobressairá muito bem! Muito legal da parte das suas amigas te darem os livros, e que bom que vc leu <3

    xoxo
    http://www.amigadaleitora.com/

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Resenha #124 | China de Papel, de Fabiano Lima